site antigo fabio roberto
68 cipm




:: ‘Política’

Prefeito de Itabuna ganha salário maior do que o de Michel Temer

Fernando, o marajá da região do cacau.

Fernando, o marajá da região do cacau.

Dois prefeitos do interior da Bahia ganham mais do que o presidente Michel Temer (MDB). Luiz de Deus (PSD), de Paulo Afonso, e Fernando Gomes (sem partido), de Itabuna, têm remunerações mensais de R$ 33,7 mil e R$ 30 mil, respectivamente, enquanto Temer tem salário de R$ 27,8 mil. Os dois municípios, contudo, não estão nem entre os cinco maiores do estado.

Enquanto Itabuna é o sexto, Paulo Afonso figura apenas na 14ª posição. Luiz de Deus, que já foi prefeito da cidade em 1988, é o único que ganha o teto constitucional, cujo valor é igual aos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Já Fernando Gomes, eleito para sua primeira passagem pela prefeitura em 1977, ficou conhecido como maior marajá do Brasil na década de 1980. 

Governo Ana Paula antecipa pagamento do 13º salário dos servidores municipais de Barro Preto

Décimo antecipado.

Décimo antecipado.

A Prefeitura Municipal de Barro Preto antecipou o pagamento do 13º salário dos servidores públicos municipais. O prazo legal para pagamento é 20 de dezembro, mas a prefeita Ana Paula determinou a antecipação do pagamento para o dia 19, quarta-feira. 

Esta antecipação é fruto da organização financeira do Município que, mesmo em anos de crise, tem agido de forma responsável para continuar honrando seus compromissos com os servidores e com a cidade barropretense. 

O pagamento do décimo terceiro representa a honradez com o funcionalismo público em receber os seus vencimentos em dia, e ainda vai aquecer as vendas no comércio local. Governo cuidando da nossa gente! Prefeita Ana Paula, e do vice, Mariano Macedo.

Barro Preto: aluna da Escola Municipal Jesus Bom recebe prêmio de 1º lugar do Projeto ADAB na Escola

Aluna recebe linda bicicleta.

Aluna recebe linda bicicleta.

Na última segunda-feira, 17, a aluna Michele Costa Gomes do 4º Ano da Escola Municipal Jesus Bom Pastor, recebeu da Senhora Andréa Brito, Gerente da ARISBA -Associação dos Revendedores de Insumos Agrícolas do Sul da Bahia, uma linda bicicleta, como prêmio por sua participação no Concurso de Desenho e Redação do Projeto ADAB na Escola promovido pela ADAB em parceria com a INPEV, que teve como tema “Resíduos Sólidos: Responsabilidade Compartilhada!”. Barro Preto se destacou entre diversas cidades da região sul, Extremo sul e baixo sul da Bahia, tendo sido escolhido na etapa regional, em 1º lugar o desenho da aluna Michele Costa Gomes como o melhor de sua modalidade.

Estudante exibe o prêmio.

Estudante exibe o prêmio.

É importante ressaltar que durante o ano letivo a professora do 4º Ano Givanilda Camilo, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, Coordenação Pedagógica e equipe gestora de sua escola, abraçou o tema e em sua proposta mostrou aos seus alunos que o envolvimento de todos (família, escola, empresas, governo) é essencial para buscar soluções que minimizem os impactos causados pelos resíduos ao meio ambiente.

 Fica a nossa gratidão, à nossa Prefeita Ana Paula Silva e ao nosso Secretário Arley Soares, por contribuírem para a formação da consciência dos nossos alunos sobre direitos e deveres ambientais, fazendo com que os mesmos se sintam parte desse compromisso e que, a partir dessa reflexão, proponham ações individuais e coletivas no ambiente da escola e da família.

Bebeto Galvão torrou mais de R$ 91 mil com propaganda após as eleições

Bebeto sorrindo da cara dos baianos.

Bebeto sorrindo da cara dos baianos.

O ainda deputado federal e suplente de senador Bebeto Galvão (PSB) torrou mais de R$ 91 mil reais com propaganda após as eleições de 07 de outubro. As informações estão publicadas no site da Câmara dos Deputados, onde todo e qualquer cidadão tem acesso. O escárnio com o dinheiro público foi praticado por outros parlamentares baianos.

No total, a bancada baiana na Câmara já gastou mais de R$ 1 milhão com propaganda após as eleições. 28 registraram gastos com divulgação entre outubro e dezembro. Entre os deputados que mais usaram a verba pública estão Roberto Britto (PP), R$ 90 mil e Félix Mendonça Jr. (PDT), R$ 80 mil. 

Juiz manda PDT baiano devolver mais de R$ 27 mil

Situação complicada.

Situação complicada.

O juiz Diego Lima de Castro, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), mandou o PDT baiano devolver mais de R$ 27 mil aos cofres públicos. 

De acordo com a decisão, publicada hoje no TRE, foram encontradas informações de recebimento de recursos de origem não identificadas e de despesas irregulares custeada com recursos público oriundos do fundo partidário. 

Segundo o magistrado, o valor foi usado durante a campanha eleitoral deste ano, mas não teve comprovação apresentada. Os responsáveis pelas contas são o presidente da legenda na Bahia, o deputado federal Félix Mendonça Jr, e Aldo Queiroz Batista

Vereador Thadeu Muniz quer a presidência da Comissão de Justiça

Muniz articula abocanhar Comissão.

Muniz articula abocanhar Comissão.

Passada as eleições da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Ilhéus, as atenções agora se voltam para a formação das comissões temáticas da Casa, para o biênio 2019-2020. 

O vereador estreante Thadeu Muniz, do PDT, se reuniu com o colega de partido em um badalado restaurante da cidade e, no cardápio, o prato principal foi o desejo de compor uma das comissões mais cobiçadas da Câmara, a de Legislação, Justiça e Redação Final.

Muniz, antes de declarar voto à César Porto, estava apoiando o candidato Jerbson Moraes, também conhecido como “Jerbinho de Marão” (PSD), que abriu mão da disputa, mesmo ao seu contragosto, para ceder a vaga ao amigo e vereador Paulo Carqueja, (que foi derrotado), após determinação da cúpula do PSD ilheense.

Thadeu não admite ficar de fora da Comissão de Justiça novamente, como aconteceu ainda no primeiro biênio, quando teve o seu nome retirado, para dá a vaga ao vereador César Porto.

Vereador Ivo Evangelista é derrotado na eleição da Câmara de Ilhéus

Ivo perdeu para Fabrício.

Ivo perdeu para Fabrício.

O vereador Ivo Evangelista (PRB) sofreu mais um revés em sua carreira política. Durante as eleições da mesa diretora da Câmara de Ilhéus, na tarde desta quarta-feira, 12, o edil foi derrotado na escolha do 1º secretário.

Por 13 votos a 6, Fabrício Nascimento (PSB), filho do ex-vereador Jailson Nascimento, desbancou o colega com a votação expressiva. Especialistas ouvidos pela reportagem do FR Notícias afirmaram que faltou habilidade por parte de Ivo, para fazer articulação e obter os votos necessários. 

Apesar do partido ser de oposição ao governo municipal, Ivo vai na contramão das normas da sigla, e está mergulhado de corpo e alma no governo Mário Alexandre. 

César Porto irá administrar mais de R$ 1 milhão e duzentos mil por mês

César assume presidência em Janeiro.

César assume presidência em Janeiro.

O presidente eleito da Câmara de Vereadores de Ilhéus, César Porto (PDT), terá a missão de administrar os recursos do Poder Legislativo, que atualmente está em R$ 1.176.689,09 (um milhão, cento e setenta e seis mil, seiscentos e oitenta e nove reais e nove centavos), de acordo com informações publicadas no Site do Tribunal de Contas dos Municípios.

O duodécimo tem por objetivo, pagar os subsídios dos 19 vereadores, assessores parlamentares, fornecedores e outras atribuições. 

César Porto (PDT) venceu por 11 a 8 o oponente Paulo Carqueja (PSD). A mesa ainda será composta pelo vice, Escuta (PP), 1º secretário Fabricio Nascimento e 2º secretário Juarez Barbosa (MDB). 

Marão parabeniza César Porto pela vitória

Mário e César.

Mário e César.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, parabeniza os novos dirigentes da mesa diretora da Câmara Municipal, eleitos na tarde desta quarta-feira, 12. Para o prefeito, o resultado representa a consolidação da democracia, que, mais uma vez, faz prevalecer a vontade da maioria e, com isso, fortalece a harmonia entre os poderes no trabalho cotidiano em prol da população.

Aos vereadores César Porto (presidente), Luiz Carlos Escuta (vice-presidente), Fabrício Nascimento (1º secretário) e Juarez Almeida (2º secretário), o prefeito deseja um trabalho profícuo e imparcial no atendimento aos ilheenses. Que os interesses de Ilhéus estejam sempre em primeiro lugar.

Diran Filho é eleito presidente do CONDEMA

Diran Filho, Condema.

Diran Filho, Condema.

Na noite de ontem, 10, em sessão ordinária realizada pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Ilhéus – Condema, foi eleito para presidir o órgão no ano de 2019, por aclamação, o advogado Diran Oliveira Santos Filho, que representa a OAB-Ilhéus. Para Vice-Presidente foi eleito Alisson Mendonça, representante da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável.

Em atenção a sua eleição o futuro Presidente do Condema disse que “foi uma grande satisfação ter sido conduzido de forma unânime para desempenhar o importante papel de presidir o CONDEMA, que após seis anos consecutivos tendo à frente na presidência representantes do Governo Municipal, terá agora um representante da sociedade civil organizada, numa demonstração de amadurecimento de seus membros”.

A meta da gestão de 2019, segundo Diran, “é buscar dar celeridade a apreciação dos projetos que forem apresentados ao conselho, bem como dinamizar a atividade discutindo políticas ambientais no município de Ilhéus e levando as atividades do CONDEMA para mais próximo das necessidades dos ilheenses.”.

Barro Preto: TCM rejeita mais uma vez contas da ex-prefeita Jaqueline Motta

Banidos de Barro Preto.

Banidos de Barro Preto.

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia, no uso de suas atribuições constitucionais, legais e regimentais, e com arrimo no inciso VIII, do art. 71, da Constituição Federal, no inciso XIII, do art. 91, da Constituição do Estado da Bahia, nos arts. 68 e 71 e incisos, da Lei Complementar n° 06/91, e no § 3º, do art. 13, da Resolução TCM nº 627/02, e: Considerando a ocorrência de débito, resultante de irregularidades praticadas, no exercício financeiro de 2016, pela Srª. Jaqueline Reis da Motta, Prefeita Municipal de BARRO PRETO, todas devidamente constatadas e registradas no processo de prestação de contas TCM n° 10982e17, sem que, contudo, tivessem sido satisfatoriamente justificadas; Considerando que as ditas irregularidades atentam, gravemente, contra a norma legal, e contrariam os mais elementares princípios de natureza contábil, financeira, orçamentária e patrimonial; Considerando a competência constitucional, no particular, dos Tribunais de Contas, e, em especial, do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia, nos termos das alíneas “b” “c” e “d”, do inciso III, do art. 76, da Lei Complementar n° 06/91RESOLVE: I) .

Imputar a Srª. Jaqueline Reis da Motta, Prefeita Municipal de BARRO PRETO, na condição de ordenador das despesas do exercício financeiro de 2016, com fundamento na alínea “c”, do inciso III, do art. 76, da Lei Complementar Estadual n° 06/91, o ressarcimento aos cofres públicos municipais, com seus recursos pessoais, da importância de R$52.645,66 (cinquenta e dois mil, seiscentos e quarenta e cinco reais e sessenta e seis centavos), a ser atualizada e acrescida de juros moratórios de 1% ao mês a partir da saída dos numerários dos cofres públicos municipais; II) Aplicar ao gestor, com amparo nos incisos II e III, do art. 71 da Lei Complementar Estadual n° 06/91, multa no importe de R$15.000,00 (quinze mil reais); e com fulcro no § 1º, do art. 5º, da Lei Federal nº 10.028/00, multa no importe de R$43.200,00 (quarenta e três mil e duzentos reais), equivalente a 30% de seus vencimentos anuais, cujos recolhimentos aos cofres públicos municipais deverão ocorrer no prazo máximo de 30 (trinta) dias do trânsito em julgado da decisão, através de cheque do próprio devedor e nominal à Prefeitura Municipal, sob pena de adoção das medidas previstas no art. 49, combinado com o art. 74, da Lei Complementar Estadual nº 06/91, com a cobrança judicial dos débitos, considerando que as decisões dos tribunais de contas que imputam débito e/ou multa possuem eficácia de título executivo, nos termos do § 3°, do art. 71, da Constituição Federal, e do § 1°, do art. 91, da Constituição do Estado da Bahia.

Ilhéus: Projeto Orla Sul está completamente abandonado

Orla em estado abandono.

Orla em estado de abandono.

Anunciado com pompa pelo governo Mário Alexandre (PSD) como o maior projeto de mobilidade urbana de Ilhéus, o Projeto Orla Sul se transformou em mais um engodo da administração municipal. De acordo com o release da secretaria de comunicação enviado à imprensa (veja aqui), a nota assegura que a execução da obra estava prevista para encerrar em junho deste ano. 

Pois bem. O que se vê na prática é algo horripilante. A redação do Site Fábio Roberto Notícias recebeu imagens que mostram o tão badalado Projeto Orla Sul em estado deplorável e se transformou no canteiro de lixo, barro, bueiros entupidos, restos de construção e o calçamento com pedras já começando a se soltar, enfim, uma bagunça só. Serviço ruim e de qualidade duvidosa. 

É mais uma obra com fortes características de indícios de mal uso do dinheiro público, que merece a devida investigação da polícia federal, ministério público federal e justiça federal, por se tratar de recursos provenientes da União. 

48046375_511369386036579_4970640916667695104_n

48041644_338994876926966_6952783996107358208_n

47681121_359492941522607_483118850829713408_n

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




web