site antigo fabio roberto
68 cipm




:: ‘Política’

Em mais um protesto, servidores demitidos em Ilhéus pedem revogação do decreto

Servidores protestam contra Marão.

Servidores protestam contra Marão.

Em mais uma manifestação de protesto realizada na zona central da cidade de Ilhéus, os servidores municipais demitidos sumariamente pelo prefeito Mário Alexandre, o Marão, pediram a revogação do Decreto nº 128/2018, publicado na madrugada do dia 8 de janeiro, até que a sentença haja transitado em julgado. Na manhã desta terça-feira, dia 23, os servidores perseguidos pelo prefeito percorreram a Avenida Princesa Isabel, fizeram panfletagem e receberam o apoio da população.

O movimento é coordenado pelos sindicatos que representam as categorias do serviço público municipal, como o Sinsepi, APPI/APLB, Sindguarda e Sindiacs/ACE. “O prefeito demitiu servidores com 35 anos de serviço, no limiar da aposentadoria, e traiu as organizações sindicais com as quais ele firmou compromisso de adotar todos os recursos judiciais cabíveis para evitar as demissões”, explica o professor Osman Nogueira, presidente da APPI.

A grande maioria dos servidores demitidos, pais e mães de família, assalariados, enfrentam dificuldades para sobreviver. É o caso, por exemplo, dos coveiros Jaime Mendes de Souza, com 34 anos no serviço público, e de José Domingos do Nascimento, admitido há 35 anos na função. Jaime, que tem 69 anos de idade, participa dos atos de protesto contra as demissões e marcha em vários bairros de Ilhéus.

Ele afirma que quando soube da demissão se sentiu uma pessoa inútil, que, após 34 de serviço, estava saindo sem aposentadoria, sem dinheiro, sem nada. “Como coveiro sempre fiz meu serviço com seriedade e prazer, mas não era reconhecido pelo Poder Público. No nosso trabalho, apesar de estarmos enterrando os entes queridos, até veneno a gente comprava com nosso dinheiro para acabar com o mato do cemitério”, desabafa.

Para Jaime, “agora a expectativa é retornar para o trabalho, afinal, sem dinheiro não se vive”. Ele se refere também ao PDV (Programa de Desligamento Voluntário), proposto pelo prefeito, aprovado na Câmara e transformado em lei, ao qual aderiu, que garante o vínculo de emprego aos que solicitam aposentadoria e aguardam a carta do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). “Como acreditei nesse programa, agora vejo que estava sendo enganado”, afirma o servidor.

Texto da assessoria de imprensa da APPI/APLB.

Câmara de Ilhéus gasta R$ 334 mil com contratos sem licitação

Haja dinheiro público.

Haja dinheiro público.

Não são somente os prefeitos municipais que se utilizam e abusam das dispensas e inexigibilidades de licitação para contratar escritórios de advocacia, contabilidades ou de consultorias. Os presidentes de Câmaras Municipais também usam do mesmo expediente para contratar esses escritórios para prestarem seus ‘serviços especializados’.

É o caso da Câmara de Vereadores de Ilhéus, atualmente presidida pelo vereador César Porto (PDT), e como vice, Luís Carlos Escuta (PP).

O presidente da Câmara assinou no dia 04 de janeiro de 2019, um contrato com a empresa SCM – Serviço de Consultoria Contábil, no valor global de R$ 208.000,00 (duzentos e oito mil reais), para prestar serviços de assessoria e consultoria técnica contábil aos setores de contabilidade, tesouraria, patrimônio e à comissão técnica de finanças do poder Legislativo. O contrato vale por 12 meses.

A segunda empresa contratada também sem licitação foi a R & R Consultoria e Treinamento LTDA no valor de R$ 96.000,00 (noventa e seis mil reais). A empresa fará os serviços de consultoria e assessoria técnica administrativa na area de licitações, contratos e compras.

O terceiro contrato efetivado pela Câmara de Ilhéus foi com o Instituto Municipal de Administração Pública – IMAP no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), que tem como objetivo, licenciamento de software para Implementação da publicidade e transparência institucional municipal.

O quarto contrato foi assinado com a empresa RCS Informática LTDA no valor de R$ 12.000,00 (doze mil reais), para a locação e manutenção dos sistemas informatizados de contabilidade, patrimônio, protocolo, folha de pagamento e suporte técnico.

O quinto e último contrato celebrado pela Câmara de Vereadores de Ilhéus foi com Everton de Almeida Lima, no valor global de R$ 12.000,00 (doze mil reais) para prestação de serviço na manutenção e reparos de microcomputadores, redes com fio e sem fio, bem como as câmeras de videomonitoramento da Câmara Municipal.

Governo Ana Paula intensifica manutenção das estradas rurais em Barro Preto

Estradas passando por melhorias.

Estradas passando por melhorias.

A prefeitura de Barro Preto tem mantido equipes permanentes na manutenção das estradas rurais do município, visando garantir vias seguras e transitáveis para escoamento da produção, para o trânsito dos produtores e transporte de estudantes da zona rural.

Os trabalhos envolvem serviços de caçambas, máquinas Patrol para nivelamento das estradas e abertura de canais para o desvio das águas pluviais, entre outros. Preocupada com o início do ano letivo escolar que está programado para o próximo mês, a prefeita Ana Paula continua intensificando os trabalhos em todas as estradas da zona rural.

As Fazendas: Lutadora, As trairás, Boa sentença, Morro Redondo, Goiabão, assentamento do Novo Horizonte, Santa Terezinha e os Mamão.  Foram as primeiras a serem contempladas. Este é um trabalho feito de forma intensa, sob chuva ou sol, para garantir um bom tráfego a população da zona rural. “São muitas demandas, mas de quilômetro em quilômetro a gente tem conseguido realizar um bom trabalho”, destaca a Prefeita Ana Paula.

“Os nossos estudantes e produtores necessitam de boas estradas para chegarem à escola e realizar o escoamento da produção agrícola, é muito importante que as estradas estejam em boas condições de tráfego, por esse motivo determinei que a nossa equipe montasse uma força tarefa para garantir uma boa trafegabilidade nessas regiões”, enfatizou a Prefeita Ana Paula.

bloggif_5c470cae6ab31 bloggif_5c470ccc5a8e7 bloggif_5c470ced3f672

Servidores demitidos protestam em frente à mansão de Marão

Protesto no condomínio fechado de Marão.

Protesto no condomínio fechado de Marão.

Após deliberação em assembleia extraordinária na sede do Sinsepi, os servidores demitidos pelo prefeito Mário Alexandre se dirigiram à BA-001, rodovia Ilhéus-Olivença, próximo ao Cururupe.

No local, eles fizeram um protesto com panfletagem na porta da residência do prefeito que fica naquela região, para denunciar as demissões injustas de servidores com mais de 30 anos de serviço público.

Matéria da ASCOM da APPI/APLB. 

Nota de Esclarecimento da Solar Ambiental

Material hospitalar descartado irregularmente.

Material hospitalar descartado irregularmente.

A Solar Ambiental informa que é contratada pelo Município de Ilhéus para a coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos urbanos de origem doméstica. Entulhos, sofás, geladeiras, etc, não são de nossa obrigação coletar, mas sim, outra empresa. Também é de nossa obrigação a coleta de resíduos infectantes e estes devem estar envasados em recipiente próprio. Dito isto, segue imagens de irregularidades (material infectante) misturado com lixo orgânico (por lei não podemos recolher), até porque são destinos diversos. Assim, o gerador deve ser responsabilizado e a fiscalização da prefeitura deve identificar o mesmo; entulhos que é obrigação de terceira empresa e não dá Solar (e estamos sendo responsabilizados pelo que não estamos dando causa); e a limpeza sendo realizada dentro da programação feita diretamente do Municipio de Ilhéus.

Por fim, estamos a disposição para maiores esclarecimentos através do telefone (73) 3633-2713 ou no nosso WhatsApp (73)99110-6372.

A Solar Ambiental é uma empresa 100% Ilheense e se orgulha de servir e continuar a servir ao povo de Ilhéus, faz parte de nossa história esta verdade.

Ilhéus: Operação Cidade Limpa está sendo um sucesso

Edmilson orientando a equipe para o plano de ações.

Edmilson orientando a equipe para o plano de ações.

A Secretaria de Serviços Urbanos de Ilhéus prossegue o intenso trabalho de limpeza nas ruas do município. Primeiramente está sendo feito os serviços de roçagem e, em seguida, remoção de lixo e entulhos. 

A Operação denominada de “Cidade Limpa” é coordenada pelo competente Edmilson Novais, chefe de setor da secretaria de serviços urbanos, que durante toda esta semana, efetuou os serviços de limpeza e coleta de lixo em vários bairros da cidade, dentre eles na Rua do Café, Av. 2 de Julho, em frente à Caixa Econômica e, por fim, na Rua em que está situada o colégio CAIC, na Urbis, com a retirada de grande qualidade de lixo e entulho.

Em contato com a reportagem do Site Fábio Roberto Notícias, Edmilson disse que é uma recomendação do prefeito Mário Alexandre, de fazer a limpeza completa em todos os bairros de nossa cidade. “Mesmo com algumas dificuldades não estamos medindo esforços para atender a demanda e proporcionar melhor qualidade de vida aos ilheenses e visitantes” frisou Edmilson Novais. 

IMG-20190119-WA0365

IMG-20190119-WA0342

IMG-20190119-WA0341

IMG-20190119-WA0344

IMG-20190119-WA0343

Em vídeo, Enilda Mendonça desmente Marão sobre a demissão dos servidores

Enilda Mendonça, da APPI.

Enilda Mendonça, da APPI.

A Professora Enilda Mendonça, uma das líderes sindicais dos funcionários municipais em Ilhéus, desmente em vídeo o prefeito Mário Alexandre PSD, o Marão, sobre as demissões dos servidores mais antigos da Prefeitura.

Contra o decreto de demissão e pela garantia dos empregos dos servidores municipais, que foram demitidos injustamente pelo governo que se intitula “tempo de alegria”.

Vídeo:

Sociedade ilheense repudia lançamento do livro de José Dirceu

Milton Andrade, presidente do Sindicato Rural de Ilhéus.

Milton Andrade, presidente do Sindicato Rural de Ilhéus.

Repúdio à José Dirceu.

Repúdio à José Dirceu.

 

Marão planeja tirar todo o lixo de Ilhéus até a próxima segunda-feira

Cidade está engolida pelo lixo.

Cidade está engolida pelo lixo.

A Prefeitura Municipal de Ilhéus, através da Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb), informa que a empresa Solar Ambiental retomou, nesta quarta-feira (16), a capacidade de coleta e planeja normalizar os serviços até a próxima segunda-feira (21).

Alguns bairros estão sofrendo pelo desabastecimento na coleta de lixo, o que, infelizmente, tem causado inúmeras reclamações por parte da população nos últimos dias. O governo municipal está ciente da complexidade da situação e enfrentou o problema, disponibilizando equipes munidas com máquinas, caçambas e caminhões para a realização dos serviços de limpeza, por meio da Operação Cidade Limpa.

Segundo dados da Secsurb, a Prefeitura e a Solar Ambiental coletam cerca de 350 toneladas de lixo por dia, nesse período do ano. Para amenizar os impactos, equipes da Prefeitura estão trabalhando, nesta quarta-feira, na erradicação de lixeiras viciadas nas seguintes localidades: Alto da Conquista, Praça Cairu, Avenidas Princesa Isabel, Itabuna, Esperança, e também no Parque Infantil, Barra, Jardim Savóia, Iguape, Novo Ilhéus, Basílio, Malhado (feira), Alto do Cacau e Alto do Coqueiro. A Operação Cidade Limpa continuará com força total na quinta-feira (17), para regularizar a coleta de lixo na Zona Sul, Pontal, Nova Brasília, Hernani Sá, Nossa Senhora das Vitórias, Nelson Costa, Orla Sul e bairro São Francisco.

A Administração Municipal garante à população que exigirá o cumprimento do contrato e dos deveres da empresa Solar Ambiental na íntegra do que foi acordado com o município, e não medirá esforços para resolver a situação da melhor maneira e evitar maiores prejuízos para a população.

Servidores demitidos por Marão ampliam agenda de protestos contra decreto do prefeito

Servidores mobilizados na CMI.

Servidores mobilizados na CMI.

Os servidores demitidos injustamente pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, através do Decreto nº 128/2018, publicado na madrugada do dia 8 de janeiro, realizaram assembleia sindical na tarde de segunda-feira (14), no plenário da Câmara de Vereadores, e decidiram ampliar a agenda de protestos contra a medida do prefeito.

A reunião contou com a participação dos presidentes dos sindicatos representantes da categoria dos servidores públicos municipais, Joaques Silva (Sinsepi), Osman Nogueira (APPI/APLB), Pedro Oliveira (Sindguarda) e Josivaldo de Jesus (Sindiacs/ACE), dos advogados Arnon Marques e Davi Pedreira, além de centenas de servidores.

O prefeito afastou os servidores admitidos na Prefeitura antes de outubro de 1988 e extinguiu parte dos contratos do Processo Seletivo do Edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), com a justificativa de acatar sentença do juiz da Fazenda Pública. No entanto, o que indignou aos servidores foi o compromisso público assumido com a categoria de que utilizaria todos os recursos judiciais cabíveis para reversão da sentença, o que não foi cumprido pelo alcaide ilheense.
Para piorar a situação, o prefeito tomou a medida antes mesmo que o Tribunal de Justiça se pronunciasse com relação à apelação de efeito suspensivo da sentença impetrada pela própria Prefeitura. “O prefeito nos traiu de forma insuportável. Estávamos confiando em sua palavra”, declarou o presidente do Sinsepi, Joaques Silva.

Além disso, o prefeito não pagou o salário dos dias trabalhados aos servidores demitidos, mergulhando os trabalhadores em situação de necessidades básicas para a sobrevivência, tendo a maioria entre 32 e 35 anos de trabalho no município de Ilhéus. “O prefeito quer nos jogar na lama, mas vamos resistir até o fim, até que essa decisão seja revista. Nossa determinação é lutar até o fim”, enfatiza o presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira.

Um levantamento feito pelos sindicatos dos servidores revelou que o prefeito mentiu ao dizer que cumpria a sentença judicial, pois ele manteve 111 contratos temporários admitidos pelo Processo Seletivo do Edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS). Conforme a decisão do juiz, todos esses contratos foram declarados nulos.

Matéria de responsabilidade da assessoria de imprensa da APPI/APLB.

Ex-vereador James Costa é o novo tesoureiro da Câmara de Ilhéus

James, tesoureiro da CMI.

James, tesoureiro da CMI.

O ex-vereador James Costa foi nomeado como Tesoureiro da Câmara de Vereadores de Ilhéus. A Portaria nº 002/2019 foi publicada no Diário Oficial do Poder Legislativo no último dia 10 de janeiro. Além de Tesoureiro, James também irá responder pela Assessoria da Ouvidoria Geral da Casa.

Antes, a tesouraria era chefiada por Rodrigo Alves dos Santos, que ficou à frente do cargo por 02 anos.

Questionado pelo FR Notícias sobre o seu futuro na vida pública, Rodrigo disse que recebeu o convite do vereador Lukas Paiva para compor a sua assessoria. 

Servidores demitidos por Marão realizam panfletagem

Servidores fazem panfletagem.

Servidores fazem panfletagem.

Nova ação de panfletagem foi realizada pelos sindicalistas e servidores demitidos pela Prefeitura de Ilhéus, na Central de Abastecimento do Malhado, no sábado (12). O objetivo é denunciar as demissões e desfazer informações falsas que vinham sendo divulgadas a respeito da decisão do prefeito Mário Alexandre.

Os servidores foram demitidos no dia 8 de janeiro e trabalharam durante todo o mês de dezembro, mas ficaram de fora dos pagamentos. Os advogados dos servidores já ingressaram com as ações judiciais cabíveis para reverter as demissões feitas através do Decreto nº 128 que afastou funcionários com mais de 32 anos de trabalho.

Matéria da assessoria de comunicação da APPI/APLB. 

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  




web