site antigo fabio roberto
68 cipm




:: ‘Educação’

Programa Criança Feliz abre ano letivo desenvolvendo atividades lúdicas para beneficiários em Barro Preto

Educação de Barro Preto é tratada com humildade.

Educação de Barro Preto é tratada com humanidade.

Criado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS),  para ampliar a rede de atenção e o cuidado integral com a primeira infância, o Programa Criança Feliz, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social) da Prefeitura de  Barro Preto, tem  promovido diversas ações junto aos usuários do referido  programa.

Com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares, o programa, realizou 03 dias de muitas atividade e brincadeiras para as crianças beneficiadas. O evento aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Na ocasião diversas atividades lúdicas foram desenvolvidas.

“Nosso intuito é orientar as famílias sobre brincadeiras e atividades comunicativas que estimulem o crescimento e o desenvolvimento da criança, fortalecendo os vínculos afetivos e sociais”, disse a Supervisora do programa Iêda Santana.

Durante as atividades as crianças participaram de diversas brincadeiras que além de promover diversão e socialização entre elas, auxilia  no desenvolvimento da coordenadora motora e do raciocínio lógico.

Para a Prefeita Ana Paula A ação que está sendo realizada é de grande importância para verificar a evolução na vida das pessoas, que puderam compartilhar as experiências vividas com o programa. Esse também foi mais um momento de reaproximação das famílias, que estão tendo esses dois dias de muita alegria.

Reativado no governo da prefeita Ana Paula, o programa conta hoje com varias famílias cadastrado, que recebem freqüentemente visitas de técnicos da Assistência Social.

O acompanhamento visa trabalhar o desenvolvimento de crianças de famílias cadastradas no Bolsa Família. Os profissionais realizam atividades que estimulam a memória, a fala, as habilidades de coordenação e o aprendizado das crianças.

O programa atende famílias que tenham crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O programa funciona no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município, com os visitadores prestando atendimento em casa e promovendo atividades com as crianças.

Servidores demitidos por Marão fazem panfletagem na Lavagem da Catedral em Ilhéus

Ato durante a lavagem da escadarias da Catedral.

Ato durante a lavagem da escadarias da Catedral.

Os servidores demitidos injusta e intempestivamente pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, o Marão, após mais de 33 anos de serviço público, através do Decreto nº 128/2018, realizaram uma panfletagem durante a Lavagem da Catedral de São Sebastião, manifestação popular tradicional na cidade, promovida pelo Sindicato dos Estivadores. Durante o ato, os servidores receberam apoio e solidariedade de populares presentes ao evento.

Os servidores se dizem indignados com a atitude do prefeito, a quem acusam de traição, já que ele recorreu ao Tribunal da sentença judicial proferida em primeira instância, prometeu utilizar todos os recursos judiciais cabíveis e, na madrugada do dia 8 de janeiro, publicou o decreto que afastou do serviço mais de 400 servidores, ignorando todos os seus direitos.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Ilhéus (Sinsepi), Joaques Silva, disse que o movimento de resistência ao ato do prefeito, feito conforme parecer do Procurador Geral, Jefferson Domingues, vai continuar todos os dias, no âmbito sindical, político e jurídico. Também integram a coordenação do movimento contra as demissões do Decreto 128, representantes da Associação Profissional dos Professores de Ilhéus, do Sindguarda e do Sindiacs.

Texto da assessoria de imprensa da APPI/ APLB.

Advogado refuta afirmações de Marão para justificar demissão injusta de servidores

Advogado refuta governo Marão.

Advogado refuta governo Marão.

Na opinião do advogado Iruman Contreiras, a omissão de 111 contratos temporários do Decreto nº 128/2018, baixado pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, que afastou os servidores admitidos na Prefeitura antes de outubro de 1988 e deveria extinguir os contratados do Processo Seletivo do Edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), deu provas que a dispensa do pessoal anterior a 88 não é para cumprir ordem judicial, mas representa a vontade própria e para esconder a má gestão que levou ao atraso salarial.

“Se fosse para cumprir a ordem judicial não se arriscaria a manter esses contratos irregulares da SDS. Esta ação do prefeito e do secretário de Administração, Bento Lima, e do procurador geral Jefferson Domingues, reforça a suspeita de que se valem da ação popular e de um juiz equivocado para suprimir direitos de trabalhadores legalmente admitidos e que não lhe prestam continência. Querem as vagas desses servidores”, argumenta o advogado, que assiste à APPI/APLB.

O advogado sindical reforça as contradições do prefeito Mário Alexandre ao desmentir declarações feitas em informe jornalístico emitido pela Secretaria de Comunicação (Secom), através do qual afirma “a herança deixada por gestões anteriores, numa sequência de erros administrativos e jurídicos lesou os cofres públicos e produziu distorções salariais.”

Para o advogado Iruman Contreiras, o prefeito esqueceu que foi eleito vice-prefeito na gestão do então prefeito Newton Lima e sabia de todos esses problemas do Município, principalmente os de ordem financeira. “Em realidade, não existem distorções salariais. A atual remuneração foi conquistada por ordem judicial que mandou cumprir o Plano de Cargos e Salários e conceder as promoções suprimidas por mais de 20 anos de contrato dos trabalhadores”.

De acordo com o presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira, a pretensão do prefeito Mário Alexandre é desviar a atenção da opinião pública para os graves problemas que existem na sua gestão. Dentre elas, o caos na saúde, preço exorbitante da passagem do transporte público, ônibus velhos rodando, o não cumprimento no pagamento com a empresa que faz a coleta diária do lixo domiciliar, comercial e hospitalar, abandono nas estradas da zona rural, unidades escolares sem condições de iniciar o ano letivo, além dos morros sem nenhuma infraestrutura.”

Matéria de assessoria de comunicação da APPI/APLB. 

Ibicaraí: Sindicado dos professores cobra explicações a Prefeitura sobre constantes atrasos de salários

Professores de Ibicaraí salários atrasados.

Professores de Ibicaraí salários atrasados.

A Delegacia Sindical Floresta do Cacau/APLB Sindicado , publicou uma nota neste segunda -feira 14 de setembro, cobrando explicações da Prefeitura Municipal de Ibicaraí, dos constantes atrasados que vem ocorrendo nos últimos meses, onde parte dos professores receberam seus vencimentos referente a dezembro, onde deveria ser pago até o quinto dia útil do mês corrente, o Sindicato na nota cobra explicações sobre os critérios na seleção de pagamentos dos salários, onde questiona que até o fechamento da matéria representantes da prefeitura não procuraram o sindicato, para esclarecer o descaso que vêm ocorrendo no município.

Segue a nota divulgado pelo sindicato.

Comunicado

O Sindicado dos professores de Ibicaraí repudia o descaso e o descumprimento da legislação trabalhista, por parte da Prefeitura Municipal de Ibicaraí, nos últimos meses a situação de atrasos salarial tem se tornado constante e atualmente apenas parte dos professores recebeu o salário do mês de dezembro até o presente momento o sindicato não foi procurado para esclarecimento dos critérios de seleção dos trabalhadores para o pagamento, exigimos respeito.

Delegacia Sindical Floresta do Cacau/APLB Sindicato. 

Prefeitura de Ilhéus ainda não pagou o terço de férias dos professores

Professores sem terço de férias.

Professores sem terço de férias.

A Prefeitura de Ilhéus está descumprindo a legislação nacional e, até agora, não pagou o valor referente ao terço de férias dos professores da rede municipal de ensino. A lei obriga que o Executivo pague o benefício antes que os trabalhadores iniciem as férias. Mas em Ilhéus isso ainda não aconteceu. Terço de férias é um direito dos professores. É nesse período que eles podem descansar. Muitos até já esperam contar com o valor, porém o que se ver até agora é frustração. 

O chamado “1/3 de férias” é um adicional que corresponde a 1/3 do salário do servidor municipal que deve ser pago pelo governo Mário Alexandre (PSD), além da remuneração mensal a qual o trabalhador tem direito, durante as férias, previsto na Constitucional Federal de 1988.

Ilhéus: pais dormem na fila para tentar vaga em escola municipal

Famílias ficam à mercê em busca de matrícula.

Famílias ficam à mercê em busca de matrícula.

As matrículas para as vagas nas escolas da rede municipal de ensino de Ilhéus começam nesta quarta-feira (09) e são preenchidas por ordem de chegada. Para conseguir um lugar para o filho, pais ou responsáveis se submetem passar a noite dormindo na fila. Além do perigo, as pessoas enfrentam frio, fome e sede, para arriscar a matrícula.

Na Escola Municipal Batista Nova Jerusalém, que fica situada na Rua dos Cometas, no Bairro do Malhado, a fila se estende por todo o quarteirão. Com bancos, colchões e até barracas de camping, as famílias se revezam com outros familiares para não perder o lugar na fila. 

Uma mãe, que também amarga na fila em busca de matrícula, gravou um vídeo onde aparece as famílias espalhadas no chão, na tentativa de conseguir uma vaga na Escola Batista Nova Jerusalém.

Assista:

IMG-20190108-WA0420

IMG-20190108-WA0417

IMG-20190108-WA0415

IMG-20190108-WA0414

Mário Alexandre falta com a palavra e afasta servidores com mais de 30 anos de trabalho

Servidores com 30 anos demitidos.

Servidores com 30 anos demitidos.

Embora tenha se comprometido publicamente a esgotar todos os recursos judiciais cabíveis a fim de evitar a demissão de centenas de servidores municipais admitidos antes de outubro de 1988, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, surpreendeu a todos os sindicatos representativos da categoria e publicou, na madrugada de hoje, 8 de janeiro, o Decreto nº 128 que determina o afastamento dos funcionários com mais de 32 anos de trabalho.

O prefeito alega a necessidade de cumprir sentença judicial do juiz local da Fazenda Pública, mesmo tendo feito apelação ao Tribunal de Justiça da Bahia solicitando a suspensão da medida. Através dos sindicatos, os servidores atingidos afirmam que seus contratos são legais, que foram admitidos quando não havia exigência de concurso público e por nunca terem sido ouvidos no processo. “Nós vamos resistir até o último momento em busca de nossos direitos”, afirma o presidente da AAPI\APLB, Osman Nogueira.

Por outro lado, o governo municipal divulga que serão economizados R$ 35 milhões ao ano com o afastamento dos servidores, quando a relação constante do decreto mostra que o valor da folha dos atingidos equivale a R$ 1.590.000 por mês. “Após 35 anos de serviços ininterruptos prestados à população, por meio de contratos regidos pela CLT, os servidores estão sendo vítimas de perseguição e assédio moral. Um ato injusto e desumano praticado pelo prefeito”, assegura o presidente do Sindiguardas, Pedro Oliveira.

Os sindicatos representativos da categoria (Sinsepi, Sindiguardas, APPI/APLB, Sindiacs) estão adotando medidas judiciais com a finalidade de suspender o efeito do Decreto do prefeito Mário Alexandre. “Ele se comprometeu conosco que daria uma resposta ao nosso pedido ou marcaria uma reunião conosco. Nada fez nesse sentido. Nos sentimos traídos”, salienta o sindicalista Osman Nogueira.

Ilhéus: advogados avaliam ocupação de estudantes na secretária de administração

Estudantes mostraram força até onde puderam.

Estudantes mostraram força até onde puderam.

O prédio onde fica instalado o anexo de secretarias da prefeitura de Ilhéus, mas precisamente o 3º andar, onde está a secretaria de administração, foi desocupado na tarde deste sábado (05), após 24h fechada por estudantes, que protestavam contra o aumento da passagem do transporte coletivo e a qualidade dos ônibus oferecidas pelas empresas Viametro e São Miguel. 

De acordo com Alvaro Garrido, um dos organizadores do protesto, “a desocupação chegou ao fim porque os estudantes não tinham condições físicas e psicológicas para continuar. Muitos passaram mal, cortaram a água, luz e o secretário de administração Bento Lima, não deixou entrar alimentos e nem água. Resultado: precisou acionar o Samu para encaminhar os jovens para o hospital“, afirmou. Garrido informou também que na próxima segunda-feira, (07) uma reunião está marcada às 15h com secretário Bento Lima. 

Estudantes ficaram acomodados no 3º andar.

Estudantes ficaram acomodados no 3º andar.

O movimento contou ainda com a assistência jurídica dos advogados Lú Cerqueira e Mesaque Soares, que fizeram uma avaliação sobre o ato à reportagem do Site Fábio Roberto Notícias. 

Para o Drº Mesaque, “O balanço é positivo. Muito embora ainda exista grande omissão da população, que além de não participar também não apoia o movimento. As pessoas acham que compartilhar conteúdo nas redes sociais é suficiente para lutar contra o aumento da passagem e outros assuntos. Tivemos também pouco apoio da mídia. Mas, na segunda-feira faremos um outro ato, mais organizado“, afirmou. 

Já a advogada Lú Cerqueira disse que, “o movimento foi pacifico desde o seu começo, e chamou atenção da população porque gerou repercussão em todo estado, através da imprensa, além da intensa divulgação nas redes sociais, e o apoio da população, que parabenizaram a atitude e a coragem dos estudantes pela resistência de levantar a bandeira por uma tarifa de ônibus mais justa”, concluiu. 

Emadilson de Jesus – professores que fazem a diferença

Professor e escritor Emadilson Santos.

Professor e escritor Emadilson Santos.

Graduado em Letras, pós-graduado em Ensino de Língua Espanhola “lato sensu” e também Escritor (Poeta membro do Clube do Poeta Sul da Bahia e Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni em Minas Gerais), com seis livros e dois artigos acadêmicos lançados pela Editora Clube de Autores S/A, o Professor Emadilson de Jesus Santos, da Rede Municipal de Ilhéus-BA desde 2017 (concursado), é um professor que faz a diferença nas escolas pelas quais passa (obtendo ótimas referências também na cidade de Itabuna de onde é natural e onde prestava serviços como professor da Rede Estadual de Ensino. Como um dos exemplos, o antigo Colégio Estadual Dona Amélia Amado, um dos melhores da cidade (hoje CIEI – Complexo Integrado de Educação de Itabuna – Campus Amélia Amado) . Lotado na Zona Rural do Município de Ilhéus, tem a atenção não voltada apenas para os conteúdos programáticos, assiduidade e competência. De visão socialista e ampla, preocupa-se também com a comunidade na qual a escola está inserida, ganhando a admiração e respeito dos alunos, pais e moradores em geral, sempre com ideias esclarecedoras a respeito dos direitos inatos os quais assistem o cidadão, contidos nos Direitos Humanos, Constituição Federal, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), entre outros.

Já no primeiro ano em Ilhéus como docente (2017) na Comunidade de Carobeira, notou de que havia na escola, um bebedouro quebrado (faltavam filtros) desde a gestão municipal anterior, levando ao conhecimento da Direção da Escola (SEDE), a necessidade dos alunos em beber água de boa qualidade (Já que naquele local, não existe rede de água tratada), sendo atendido pela Direção da Escola e Secretaria de Educação (Seduc), após pedidos enfáticos nas reuniões pedagógicas.

Notando também a necessidade dos alunos e pais da comunidade, naquele mesmo ano, doou com dinheiro próprio, kits contendo, lápis com borracha, canetas vermelha e azul, para os alunos dos anos: 3º, 4º e 5º anos do Fundamental I. Nas reuniões com os pais e moradores, esclarecia sobre a importância daquele lugar na Economia do Município de Ilhéus, da relevância em recuperar a estrada, o chafariz, os pontos de ônibus e a reativação do posto de saúde da comunidade.

Professores fazendo o possível pela educação.

Professores fazendo o possível pela educação.

Na Comunidade de São José, da qual fez parte em 2018 (Escola Municipal Nossa Senhora das Neves), apresentou um projeto de Líder de Classe, no intuito de preparar os alunos para exercer a cidadania, esclarecendo-os dos direitos e deveres do cidadão, o valor democrático e a importância do sufrágio, além da seleção de 2 poesias (dois alunos) da escola onde trabalha, para o lançamento de uma antologia com estudantes (Poetas Juvenis), contendo poesias de vários alunos de toda a Região Cacaueira, em parceria com Adeildo Marques (Jornalista, Presidente do Clube do Poeta Sul da Bahia e Membro Efetivo da Academia Grapiúna de Letras (Agral), em Itabuna. Em outro evento do qual falava sobre alimentação saudável, doou para a escola, um aparelho digital para aferir a pressão arterial.

Apresentou também na classe (5º ano), onde leciona , outros projetos, tais como: Olimpíada de Matemática, Recital de Poesia, transformação de garrafas pet em porta-joias e apresentação do Regimento Interno da escola da qual os alunos fazem parte (Regra do próprio Regimento Interno, observada e colocada em prática pelo professor). Na Semana da Consciência Negra, os alunos assistiram a um documentário no qual foi apresentado Zumbi dos Palmares (Um dos maiores construtores do Brasil). Após a assistência ao documentário, os alunos fizeram uma redação, expondo o que entenderam, sendo avaliados nos aspectos: Coerência e Coesão, pois o Professor Emadilson de Jesus Santos, preza sempre pelos tópicos da Interdisciplinaridade (como Geografia, por exemplo) e adequação da língua, observando também os pontos morfossintáticos. Na culminância do projeto, os alunos dele, expuseram um texto do qual falava da vida e frases célebres de Zumbi, além da apresentação da arte negra, como a capoeira, a musicalidade e o candomblé.

No evento chamado Cantata, no mês de dezembro, dirigiu uma peça teatral com os alunos dele, chamada: O nascimento de Jesus (colocando uma visão subliminar – mas que se tornou clara – de que Cristo não é aquele mostrado pelo Renascimento italiano). Também premiou com uma Menção Honrosa Póstuma, em placa de metal, oferecida pelo Clube do Poeta Sul da Bahia e o professor Emadilson de Jesus Santos, (dona Maria, a filha da aluna mais idosa da escola – Lídia da Silva Costa, que estudou até os 96 anos de idade). No mesmo evento, concedeu também um Certificado de Menção Horosa, à professora e diretora, Silmara Assunção de Santana (constando o nome do professor e o Clube do Poeta Sul da Bahia), fazendo alusão aos relevantes serviços prestados pela professora ao Município de Ilhéus. Na Cantata, houve a visita e participação (com uma declamação de poesia), de Adeildo Marques, jornalista, empresário, escritor, presidente do Clube do Poeta Sul da Bahia e Membro Efetivo da Academia Grapiúna de Letras – Agral ( Cadeira 08- Abel Pereira). Enfatiza ainda o professor, de que foi muito bem recebido pelo corpo docente da escola, sendo a equipe do EMNSN, muito competente e com ótimos projetos pedagógicos, agradecendo também a todos, por fazer parte da mesma escola.

Ilhéus: Centro de Estudos Costa do Cacau, qualidade em preparação para concurso público

Sala lotada e bem procurada.

Sala lotada e bem procurada.

O concurso da Polícia Militar da Bahia – PM-BA, é uma das grandes oportunidades de quem busca um cargo público com estabilidade e ótima remuneração. No último concurso, a remuneração máxima era de até R$ 3.019,00 e a banca organizadora foi a IBFC.

O Centro de Estudos Costa do Cacau) antigo gabaritando), vai te ajudar a conquistar a tão sonhada vaga!

O Centro de Estudos é um curso preparatório completo, ao custo simbólico mensal de apenas R$ 150 (cento e cinquenta) reais.

Concurseiros em busca de uma oportunidade.

Concurseiros em busca de uma oportunidade.

O conteúdo é direto ao ponto, para te ajudar a focar no que pode cair na prova e ficar mais próximo desta realização que vai mudar sua vida. A grade curricular é extensiva para atender ao Concurso da PM, com os melhores facilitadores da Bahia: Professores André D’el Rey, Evani Cavalcante, Raoni Barreto, Dagson Borges, Itala Rodrigues, Felipe Setenta, Naiane Neres e Ivo.

Além das disciplinas básicas e indispensáveis como Direito Penal, Constitucional e Militar; Processo Penal e Militar; Direitos Humanos, Igualdade Raciais e de Gêneros, o Centro de Estudos ainda realiza e orienta o Teste de Aptidão Física com profissionais da área.

Os concurseiros que disputam os cargos na área de segurança pública, além de estudar para as provas escritas, têm de se preparar para outra etapa que é tão importante quanto à parte teórica e que possui índice de reprovação grande, os Testes de Aptidão Física (TAF). No TAF são avaliadas as condições físicas do candidato a partir de determinados exercícios. O maior problema é que muitos candidatos deixam para se preparar na última hora, além de correrem o risco de ter uma lesão, isso pode significar sua reprovação. E pensando nisso, o Centro de Estudos já elenca o TAF na grade curricular.

O Centro de Estudos Costa do Cacau está disponibilizando no momento apenas o curso preparatório da PM, e funcionando nos três turnos. A Perspectiva é que se abra novas turmas para o Curso da Polícia Rodoviária Federal.

O Centro de Estudos continua no mesmo endereço: Travessa Rua dos Comentas nº 54, malhado, em frente a antiga Panificadora Elite, na cidade de Ilhéus. Salas de aula climatizada.

Não perca essa oportunidade! Nosso objetivo é proporcionar o sucesso até você que sempre tinha vontade de ingressar no serviço público.

Contatos: 3231-3019 E 99123-0297 – ASCOM.

PROERD vai formar 303 alunos em Ilhéus

PROERD 2018.

PROERD 2018.

O Proerd, Programa Educacional de Resistência às Drogas, vai formar novos alunos, em Ilhéus. A Polícia Militar, que realiza o projeto, vai promover a solenidade de formatura nesta quinta-feira (6).

De acordo com a 69ª CIPM, nessa turma serão formados 303 alunos de 03 escolas municipais: Centro Educativo Fé e Alegria, Escola Municipal Gisélia Soares, Centro de Atenção Integral à Criança Darcy Ribeiro (CAIC). Eles receberam instruções do projeto de conscientização sobre drogas durante o segundo semestre deste ano.

A formatura será realizada no auditório da Faculdade de Ilhéus, a partir de 9hs desta quinta-feira.

Fechamento de escolas estaduais pode atingir 108 unidades na capital e interior

Alunos do Ciso protestaram na semana passada contra fechamento.

Alunos do Ciso protestaram contra fechamento.

O plano de fechamento de escolas na Bahia, mais nova dor-de-cabeça do governador Rui Costa (PT), pode atingir 108 unidades na capital e interior – e não entre 20 e 30, como vem sendo ventilado na imprensa.

Segundo informações da APLB-Sindicato, entidade que representa os professores da rede pública de ensino no estado,  somente em Salvador 19 unidades estão na lista de corte da Secretaria da Educação (SEC).

A repercussão negativa do caso levou Rui a convocar uma reunião de emergência com a direção da SEC, marcada para a próxima segunda, e sinalizou com um eventual recuo na medida. No mesmo dia, a APLB pretende realizar um protesto na sede do órgão, no CAB.   

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  




web