site antigo fabio roberto
68 cipm




:: ‘Denuncia’

Operação Xavier: Justiça Criminal determina medidas cautelares contra 09 investigados

PRF e GAECO na porta da Câmara de Ilhéus.

PRF e GAECO na porta da Câmara de Ilhéus.

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Ilhéus determinou medidas cautelares aos 09 investigados na Operação Xavier deflagrada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, com apoio do GAECO e Polícia Rodoviária Federal, na última quarta-feira, 15. 

O grupo é apontado pelo MPBA de fazer parte de esquema fraudulento na Câmara Municipal, operado entre os anos de 2001 a 2018, praticando crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos para obtenção de  lavagem de dinheiro.

A juíza Emanuelle Vita impôs as medidas contra Ariell Firmo da Silva Batista, Antônio Lavigne de Lemos, Rodrigo Alves dos Santos, Aldemir Santos Almeida, James Costa, Angelo Souza dos Santos, Joilson Santos Sá, Daniel Mendonça e Zerinaldo Marcolino de Sena. 

Confira as medidas cautelares dos investigados.

1. Proibição de frequentar a Câmara de Vereadores de Ilhéus, enquanto perdurar o processo e ficar distante do mesmo.

2. Proibição de manter qualquer tipo de contato com testemunhas e outros investigados, inclusive por meio da internet, redes sociais e telefone.

3. Proibição de ausentar-se da comarca onde reside, sem autorização judicial. 

4. Suspensão do exercício da função pública junto à Câmara de Vereadores de Ilhéus enquanto perdurar o processo, salvo com determinação judicial. 

5. Proibição de partipação de qualquer tipo de negociação e contrato licitatório envolvendo entes e órgãos públicos, tanto na esfera municipal, estadual e federal. 

Em nota, prefeito Mário Alexandre afasta secretário Valmir Freitas

valmir-de-inema1

De início, é importante esclarecer que a Operação realizada no dia de hoje envolve fatos relacionados à gestão da Câmara municipal de Ilhéus, não havendo qualquer relação com o Poder Executivo municipal.

Ao ser consultada, a Procuradoria-Geral esclareceu que a medida judicial é provisória.

A respeito da situação do ex-vereador e atual secretário de Agricultura, Valmir Freitas, o prefeito Mário Alexandre disse que espera que a situação seja esclarecida o quanto antes e que, apesar de todos serem presumidamente inocentes, afastará provisoriamente o secretário, porque na atual situação, é impossível exercer as funções inerentes ao cargo de secretário.

O chefe do Executivo ilheense ressalta que os interesses da população e a transparência da gestão pública norteiam sua conduta pública e que espera a mesma postura de todos os membros da administração municipal. Também destaca que a investigação refere-se à atuação de Valmir Freitas como funcionário da Câmara municipal (chefe de gabinete), na legislatura passada, sem nenhuma relação com o seu papel atual de secretário municipal.

Operação Xavier: ex-vereador James Costa tem celular e documentos apreendidos pela polícia federal

James se diz tranquilo.

James se diz tranquilo.

O ex-vereador e atual tesoureiro da Câmara de Vereadores de Ilhéus, James Costa, teve o seu aparelho celular e vários documentos apreendidos pelos policiais federais e um membro da GAECO, na manhã desta quarta-feira, 15, em sua residência, no bairro Salobrinho. 

A ação faz parte da Operação Xavier, desencadeada pelo Ministério Público Estadual, que resulta no desdobramento da Operação Citrus, que revelou esquemas de corrupção praticados por agentes públicos com o apoio de empresas de assessoria contábil e de licitações, contratadas para maquiar documentos na prática dos diversos crimes na administração pública. 

Atualmente, James é o responsável pelo pagamento dos fornecedores, vereadores, assessores parlamentares, além dos servidores da famigerada Câmara Municipal. 

Operação desarticula organização criminosa que atuava na Câmara de Vereadores de Ilhéus

Câmara é alvo de investigação do MPBA

Câmara é alvo de investigação do MPBA

Uma operação para reprimir crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos e lavagem de dinheiro, praticados entre os anos de 2011 e 2018 no âmbito da Câmara de Vereadores de Ilhéus, foi deflagrada na manhã de hoje, dia 15, pelo Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Foram cumpridos sete mandados de prisão e dez de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus, além de afastados um vereador e sete servidores da Câmara Municipal.

Dentre os presos estão agentes públicos e empresários envolvidos em organizações criminosas instaladas na Câmara de Vereadores de Ilhéus, município do sul da Bahia, e responsáveis por operacionalizar múltiplos esquemas de corrupção ao longo de sucessivas gestões na Casa Legislativa. Denominada Operação Xavier, a ação resulta da continuidade de investigações de esquemas fraudulentos identificados pela Operação Citrus, que revelou esquemas de corrupção praticados por agentes públicos com o apoio de empresas de assessoria contábil e de licitações, contratadas para maquiar documentalmente a prática dos diversos ilícitos apurados.

A operação se desenvolveu com o efetivo operacional da PRF, que reforça o estado baiano na Operação Lábaro 2019, para potencializar o enfrentamento qualificado ao crime organizado, atuando nas divisas dos estados e nas regiões e corredores estratégicos, em consonância com conhecimentos de inteligência policial e de análise criminal.

Além da PRF, a ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI) e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam) e de promotores de Justiça da Bahia, que atuaram no cumprimento dos mandados.

Durante dois anos, as investigações contaram com a colaboração da Coordenação de Computação Forense do Departamento de Perícia Técnica do Estado da Bahia, da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, da Receita Federal em Itabuna e Ilhéus, do Banco do Brasil, do Tribunal de Contas dos Municípios, da Central de Apoio Técnico do MP, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), da JUCEB e de outros órgãos.

Foram apreendidos diversos documentos e objetos, como celulares e computadores. As pessoas foram ouvidas pelo Ministério Público e encaminhadas pela PRF para Delegacia local. 

Vídeo: ônibus escolar atola na BR-251 no distrito de Santo Antônio

Veículo ficou na lama.

Veículo ficou na lama.

Crianças que dependem do transporte escolar em Ilhéus ficaram sem ir para a aula na manhã desta terça-feira (14). Um ônibus que atende os alunos atolou em meio ao lamaçal na BR-251 na altura do distrito de Santo de Santo Antônio. 

Toda vez que chove a situação é a mesma, ônibus, carros e outros meios de transporte não conseguem passar na rodovia. Além dos alunos, o ônibus também estava transportando os professores e outros funcionários da escola. 

O motorista do transporte escolar logo percebeu que não daria para passar pela via e, por isso, decidiu nem arriscar, para evitar o risco de acidentes. 

A rodovia, que está em total estado de abandono, é  de inteira responsabilidade do governo federal, que inclusive, é alvo de várias ações que tramitam na justiça federal de Ilhéus, movidas pela comunidade rural, que requerem a pavimentação asfáltica, na via que liga as cidades de Ilhéus e Buerarema. 

Vídeo: 

Passageiros passam mal após vazamento de óleo em ônibus da São Miguel

Passageiros evacuaram por conta do cheiro forte.

Passageiros evacuaram por conta do cheiro forte.

Manhã de caos no transporte público de Ilhéus. Passageiros que estavam a bordo do ônibus da São Miguel, na linha do Distrito de Maria Jape, viveram mais um tormento, nesta segunda-feira, 13, de muita chuva na cidade.

Uma usuária registrou o momento em que o ônibus parou de funcionar na Avenida Canavieiras, após ser detectado vazamento de óleo diesel, provocando um grande mal-estar nos passageiros. Uma gestante precisou ser levada para o hospital, devido o cheiro forte de óleo por todo o ônibus. 

No momento em que o ônibus quebrou, os usuários se revoltaram e começaram a gravar vídeos em tom de protesto, diante do péssimo serviço da empresa. 

É por e outras que o Conselho Municipal de Trânsito e Transporte de Ilhéus, atualmente presidido pelo ex-vereador Jailson Nascimento (PSB), só se reúne para perseguir os motoristas de aplicativo (UBER e 99Pop), além de sempre votar a favor do aumento da tarifa do transporte coletivo, quando deveria fiscalizar a prestação do serviço, que a cada dia fica pior e ninguém faz nada para resolver. 

Assista:

 

 

SAC de Ilhéus deixa da fazer Alistamento Militar por falta de internet

Sala sem serviço por falta de internet.

Sala sem serviço por falta de internet.

Jovens que precisam fazer o alistamento militar na unidade do SAC de Ilhéus não estão conseguindo se alistar. Há 02 meses o setor está sem internet, trazendo inúmeros transtornos aos cidadãos. Essa é a terceira vez que o problema ocorre, sem previsão de normalização do serviço. 

Com a deficiência estampada no setor, cerca de 30 jovens deixam de serem atendidos por dia, sendo obrigados aguardar dias e até meses, por conta da precariedade e a falta de compromisso do órgão, em deixar de melhorar o atendimento. 

Por outro lado, o SAC diz que o problema não é dela e sim da prefeitura de Ilhéus, através da secretaria de administração, que tem o dever de garantir a estrutura necessária para execução dos serviços.  

Sindicalistas denunciam IBDAH do Hospital Costa do Cacau por não cumprir direitos trabalhistas

Sindicalista denuncia HRCC.

Sindicalista denuncia HRCC.

Os diretores do SINTESI e do SINDTAE manifestam preocupação com o modelo de gestão implementado pelo IBDAH I(Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar). De acordo com Raimundo Santana, Coordenador do Sintesi e John Vitório, diretor do Sindtae “a situação no Hospital Regional da Costa do Cacau é de pouco diálogo e muitas exigências com os trabalhadores”, afirmam.

Os dirigentes sindicais informam que houveram algumas reuniões com a gestão administrativa do hospital para discutir o cumprimento da convenção coletiva de trabalho no que desrespeito as refeições, fardamento, vale transporte, instalação de CIPA e a jornada de trabalho, também falaram da sobrecarga no serviço enfrentada pelos funcionários.

Conforme Santana, “a administração do Costa demora para resolver os problemas, o que mais nos afligem é a sobrecarrega de trabalho dos funcionários, em especial os da enfermagem, cada um desses profissionais deveria prestar assistência a 6 pacientes conforme a resolução 543/2017 do COFEN – Conselho Federal de Enfermagem, entretanto, cada um é obrigado a cuidar de até 14 pacientes, por falta de mais profissionais na escala de serviços, isso é inaceitável, a assistência aos usuários do serviços de saúde fica prejudicada, já denunciamos ao COREN”, destaca.

Ele lembra que a IBDH foi contratada com aumento significativo no valor financeiro e diz que “em um ambiente hospitalar ninguém ganha com um quadro funcional insatisfeito”.

Os dirigentes sindicais fizeram requerimento de mediação ao Ministério Público do Trabalho na tentativa de encontrar uma solução para o cumprimento das normas.

Atenção polícia! Moto é roubada no passeio de casa no Residencial Rio Cachoeira

A moto era usada também como meio de transporte.

A moto era usada também como meio de transporte.

Uma motocicleta, modelo 100 cilindradas, foi roubada na madrugada desta sexta-feira (10), na porta da residência do proprietário, situado no Residencial Rio Cachoeira, ao lado do Hospital Regional Costa do Cacau. 

A moto, placa policial PKJ-7719, com licença de Ilhéus, estava estacionada no passeio de casa, quando por volta das 03h30 da madrugada, o proprietário percebeu um movimento estranho e, ao abrir a porta, percebeu que a moto havia sido roubada. 

A moto pertence à José Raimundo de Jesus Souza, servidor público da prefeitura municipal de Ilhéus. A Polícia Militar foi acionada, realizou buscas, mas o veículo não foi localizado.

Quem encontrar a moto pode ligar imediatamente nos telefones. (73) 9 8837-8378 ou 9 81599149. 

Bomba! Vice-presidente do Conselho de Saúde de Ilhéus após descobrir farra das hospedagens dos conselheiros é destituída do cargo

Diala soltou o verbo.

Diala soltou o verbo.

A Conselheira Municipal de Saúde Ilhéus, Diala Magalhães, após descobrir as hospedagens indevidas dos Conselheiros de Saúde: Jurandir Cosme Teles, Waldemir Borges, Silvandra Caldeiras, Maria das Graças Santos Sousa, Gilmar Marques dos Santos e Juvenal Alberto Santos Oliveira (Júnior) e demais convidados que, ocuparam 11 apartamentos duplos em um Hotel de luxo de Ilhéus, local onde ocorria o eventos da 7ª Conferência Municipal de Saúde. 

Ao questionar o Presidente do Conselho Rafael de Jesus Santos e a Coordenadora da conferencia de Saúde a Conselheira Maria das Graças quem autorizou as hospedagens com uso de dinheiro publico? Os conselheiros envolvidos na farra das hospedagens, se articularam para destituição da Vice-Presidente, manipulando os participantes a votarem a favor, para encobrir as farras das diárias em um hotel de luxo.

A conselheira Maria das Graças Santos ainda convidou seu namorado e dois amigos de Itabuna, para a hospedagem do dia 24 a 26 de abril 2019 no hotel. Os outros conselheiros com residência no município de Ilhéus, se hospedaram de 25 a 26 de abril de 2019, mesmo com 06 automóveis da secretaria de saúde a disposição da 7ª Conferência Municipal de Saúde.

Após protocolar documento solicitando esclarecimento sobre a farra das hospedagens, ao Secretário de Saúde Magela, assinado por alguns conselheiros, estes também passaram a sofrerem ameaça as suas Instituições representativas e serem também destituídos ou prejudicadas pela nova diretoria executiva do Conselho de Saúde.

Ficam as perguntas: 

Quem autorizou a farra das hospedagens dos conselheiros?

Qual a moral destes conselheiros em fiscalizar o uso do dinheiro público da saúde?

Trabalhadores denunciam empresa que administra o Hospital Costa do Cacau

Denúncia que requer investigação.

Denúncia que requer investigação.

Senhor Fabio Roberto, precisamos mais uma vez que o seu conceituado Site mostre as autoridades competentes, o que está acontecendo no Hospital Regional Costa do Cacau. Mais uma vez, a família perde seu ente querido por causa da péssima administração da empresa IBDAH. Essa empresa entrou no Costa do Cacau, não para administrar o hospital e sim, para ganhar lucros. Se eu não estiver enganado o ganho chega a mais de 7 milhões. E os pacientes sofrendo com isso. A empresa criou um sistema em que impede do profissional prestar assistência adequada ao paciente. Sistema esse que está levando uma pessoa que chega com uma pequena dor, mas que acaba se agravando por conta da demora que se criou com o sistema. Na realidade estão acabando com o resto de qualidade de atendimento que o SUS nos proporcionava. Sem falar que os técnicos de enfermagem, além de ter sua carga horária de trabalho aumentanda com o salário reduzido, estão tendo que fazer trabalho de três, não tendo como fazer um acompahamento adequado ao paciente, devido a sobrecarga de trabalho. Estamos sem mão-de-obra qualificada. A empresa a cada dia mostra que o seu interesse é totalmente faturar, que tirou do serviço de higienização seus principais produtos de limpeza hospitalar, o qual não demorará ter um índice grande de infecção hospitalar. A empresa anterior chamada GERIR administrava o hospital com R$ 3 milhões a menos. Pagava os profissionais um salário justo da profissão com carga horária justa e o quadro de funcionários completo, além do material essencial para salvar vidas. Se o governo não tomar uma providência logo, daqui a 5 anos o Costa do Cacau será um hospital destruído e falido. É preciso tomar uma providência urgente, pois muitas vidas serão ceifadas por conta da mal administração da IBDAH. Pra finalizar não tenho dúvidas de que a mentalidade dos chefes dessa empresa IBDAH são mentalidades UPA, pois estão fazendo um péssimo trabalho no Hospital de referência em todo sul da Bahia. 

Vídeos: Motorista de UBER sofre ameaça de taxista no aeroporto de Ilhéus

A PM foi chamada para evitar uma tragédia.

A PM foi chamada para evitar uma tragédia.

O motorista do aplicativo UBER, Juokson de Jesus Santana, mais conhecido por Juca, 35 anos, sofreu tentativa de agressão por parte de um grupo de taxistas no início da tarde deste domingo, 05, ao tentar realizar uma corrida pelo aplicativo no aeroporto Jorge Amado, no Pontal.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no plantão da 7ª Coorpin, o motorista relatou ao delegado Luiz Adriano que foi vítima de ameaça praticada pelo taxista Cosme Borges dos Santos, que furioso bateu no vidro do carro, chutou o para-choque e ainda deu um murro no vidro, dizendo em tom ameaçador que o motorista nunca mais voltasse no aeroporto.

Juokson tinha acabado de pegar a passageira Nathalie Bruzaferro Camargo, que filmou toda a ação truculenta dos taxistas e, imediatamente, acionou a polícia militar, para conter a fúria dos motoristas de táxi.

Essa não é a primeira vez que os motoristas de aplicativos de Ilhéus são alvos de ataques e de constantes ameaças dos taxistas da praça do aeroporto. 

IMG-20190505-WA0137

Vídeos:

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  




web