:: ‘Barro Preto’

Prefeita de Barro Preto dá calote nos Agentes de Saúde

Agentes de saúde protestam na em frente a prefeitura de Barro Preto

Agentes de saúde protestam na em frente a prefeitura de Barro Preto

Agentes Comunitários de Saúde da cidade de Barro Preto, estão em pé de guerra com a prefeita Jaqueline Mota (PT). Ontem pela manhã, 18, os agentes fizeram plantão na porta da prefeitura, exigindo o pagamento dos salários, que se arrasta há dois meses. É um descaso sem precedentes com agente! Jaqueline paga os contratos temporários [apaniguados] com altos salários e deixa os concursados na mão. Acabou a paciência!”, reclama uma agente, que preferiu não se identificar, temendo sofrer represálias do governo tirado e perseguidor.

Mas nem só o atraso dos salários motiva a insatisfação dos agentes de saúde. Eles cobram ainda fardamento, adicional de insalubridade, ticket alimentação, aquisição de material para o campo e incentivo financeiro por produtividade. A omissão da irresponsável prefeita, que além de ficha suja com duas contas rejeitadas (2013 e 2014), por supostas irregularidades em desvio de recursos, superfaturamento, contratos sem licitação, pagamento em duplicidade e do nepotismo deslavado, deixou de pagar os servidores que estão em pavorosos, para possivelmente fomentar o “caixa 02” nas eleições de 2016.

Maravilha, maravilha! Barro Preto uma das piores cidades para viver

O lamaçal da prefeita Jaqueline Mota.

O lamaçal da prefeita Jaqueline Mota.

A prefeita de Barro Preto, Jaqueline Mota (PT), teve as contas dos exercícios de 2013 e 2014 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) da Bahia, passando a fazer parte dos políticos ficha-suja. Entre as irregularidades apontadas, estão o desvio na aplicação de recursos destinados à educação básica, gastos com viagens não justificados, não comprovação de pagamento dos funcionários e pagamento sem comprovação a imprensa. Barro Preto é considerada a cidade pior para se viver, segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal.

Moradores ouvidos pela reportagem do site, lamentam a última colocação na pesquisa e, por outro lado, reprovam a administração da petista, que abandonou a cidade em todas as áreas do governo. O único hospital da cidade enfrenta um grande caos, faltam remédios e o corpo clinico deficitário, na educação, as escolas funcionam em condições precárias, estradas vicinais tomadas de crateras, ruas escuras, constantes assaltos, alto índice de desemprego e a epidemia de dengue e a chikungunya.  Os barropretenses preparam o Fora Jaqueline Vila Mota e toda a sua parentela!

Calote: Prefeitura de Barro Preto tem internet cortada por falta de pagamento

Além de ficha suja, dá cano nos prestadores.

Além de ficha suja, dá cano nos prestadores.

A prefeitura de Barro Preto, na gestão nefasta de Jaqueline Mota (PT), em mais uma prova de incompetência administrativa, deixou de pagar as contas de telefone e consequentemente de internet, resultando no corte do fornecimento por tempo indeterminado. Além da prefeitura está sem telefone e internet, as secretarias de educação, saúde e de assistência social tiveram os serviços suspensos nesta terça-feira, 12, por conta da falta de internet.

A população tá na bronca com o desserviço e a falta de respeito da prefeita, que além de prejudicar a todos, deixou de atender as ligações dos próprios secretários, que cobram um posicionamento da gestora acerca do problema. A cidade vive um grande caos administrativo, onde mostra o cenário de incapacidade administrativa, atrapalhando a vida da população, que paga abusivos impostos, porém tem os seus direitos tolhidos criminalmente.

Vídeo: Prefeita Jaqueline Mota presta contas do mandato em 2015

Jaque quando tinha 15 aninhos.

Jaque quando tinha 15 aninhos.

A prefeita de Barro Preto Jaqueline Mota, do PT, enviou para as redações dos blogs da região cacaueira um vídeo institucional, onde apresenta o balanço administrativo referente ao exercício de 2015. Na oportunidade, a gestora garante que, em 2016, o município será contemplado com grandes obras a fim de atender a demanda da população.

Assista:

Prefeita Jaqueline Mota pode ser presa por não acabar com o lixão

O lixo do tamanho da administração de Barro Preto.

O lixo do tamanho da administração de Barro Preto.

Embora seja previsto como crime ambiental e com pena que varia de 01 a 05 anos de reclusão, o lixão em local inadequado é uma constante no município de Barro Preto, na administração da neófita prefeita Jaqueline Mota, mais conhecida como a Barbie do PT, decorrente do desinteresse e o despreparo da gestora, bem como, da ausência de efetiva fiscalização por parte dos órgãos competentes. Além de contaminar o solo, o lençol freático e mananciais, dejetos hospitalares colocam em risco da vida de pessoas; até um caminhão do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) foi flagrado descarregando várias toneladas de lixo numa área próxima de uma fazenda de cacau.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos e os órgãos ligados ao meio ambiente notificou o município e estabeleceu prazo até 2 de agosto deste ano para a extinção dos lixões para a criação de aterro sanitário. Como a meta não foi cumprida, a prefeita Jaqueline Mota poderá responder pelos crimes de improbidade administrativa e ambiental, com multas que variam de R$ 5 mil a R$ 50 milhões. Em vídeo, acompanhe com riquezas de detalhes e com exclusividade, mais uma atitude criminosa da prefeita em contaminar a cidade barropretense.

A prefeita de Barro Preto está “morta”

Frota da prefeitura sendo usada para retirar o lixo da cidade.

Frota da prefeitura sendo usada para retirar o lixo da cidade.

A prefeita de Barro Preto, Jaqueline Morta (PT), parece ter lido direitinho a cartilha sobre desgovernança. As obras que já estão com os pagamentos quitados no papel, continuam paradas ou nem começaram, ou seja fantasmas. Por exemplo, uma quadra poliesportiva coberta, padrão FNDE, com recursos do PAC, orçada em mais de R$ 500 mil e quitada. Uma unidade de saúde na Fazenda Jussara orçada em R$ 408 mil, com “término” em 2014, nem começaram.

Trator/lixo

Trator/lixo

A bagunça proposital no município atinge todos os setores da combalida gestão “ficha suja”. A madame atabalhoada ordenou que um trator e uma caçamba do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), fizessem o trabalho de limpeza pública, mesmo tendo licitado a empresa responsável para a coleta de lixo orgânico da cidade. O Ministério Público precisa reagir e puxar as rédeas dessa corja que está gatunando o poder. 

Barro Preto: prefeita sem vergonha, cidade sem saúde

Moto sucateada comprova a incompetência de Jaqueline Mota.

Moto sucateada comprova a incompetência de Jaqueline Mota.

A prefeitura de Barro Preto decretou total desprezo e falta de compromisso nas flageladas secretárias no desgoverno de Jaqueline Mota (PT), pior prefeita do município. Só para ter uma ideia do descalabro administrativo, a vigilância sanitária da cidade está abandonada, não tem insumos para que os agentes de endemias façam o controle do Aedes aegypti. O município já registrou o primeiro caso de Microfelia essa semana. O índice de infestação predial aponta que Barro Preto corre o risco de nova epidemia do Aedes Aegypti.

Motos quebradas há mais de 02 anos.

Veículos quebrados há mais de 02 anos.

A reportagem do site recebeu imagens com exclusividade da frota de veículos da secretária de saúde. As motos que deveriam ser utilizadas pelos agentes de endemias estão totalmente sucateadas, documentos vencidos e muitas delas com o motor batido. Um cenário deprimente e revoltante numa cidade pacata e que não merecia ser penalizada, mediante a desfaçatez de um grupo preparado para surrupiar, escancaradamente, e obter vantagens vultosas nas barbas do poder. 2016 se aproxima para os barropretenses abominarem essas aves de rapina do executivo!

Nepotismo deslavado na prefeitura de Barro Preto

jaque montagem

As aves de rapina do poder.

O nepotismo é um problema que aflige a moralidade da administração pública e tem sido bastante combatido pelo judiciário, há inclusive uma súmula vinculante do STF vedado nepotismo em todas as esferas da administração publica. Mas, em Barro Preto, a prefeita ficha suja e envolvida no mar de corrupção, Jaqueline Mota, do PT, desafia a justiça empregando toda a parentela nos quadros de servidores do Município.

O nepotismo na combalida gestão da pior prefeita da história de Barro Preto já se tornou uma prática comum. Vejamos: Patrícia Motta, que é irmã da gestora, ocupa o cargo de secretaria de Assistência Social e, segundo informações, ainda loteou os departamentos da pasta com primos, sobrinhos e até parentes de segundo grau. Existe há suspeita que a família Mota alugou ao município caçambas e caminhões superfaturados em nome de “laranjas”. Os vereadores de oposição irão formalizar a denuncia na sede do Ministério Público, em Itabuna.

Barro Preto: a triste realidade de uma cidade mal cuidada e cheia de lixo

http://4.bp.blogspot.com/-1xUCxGHq5ak/VlhR2r0lXaI/AAAAAAAABHE/z9QB2WD5b7o/s1600/4d0c6822-1d62-4c81-bd79-83e26a965f2a.jpg

Lixão sendo queimado por uma equipe da prefeitura de Barro Preto.

Sem qualquer perspectiva de melhora, a população de Barro Preto vem sofrendo com o descaso da prefeita ficha-suja, Jaqueline Mota, do PT. Sem remédio nos postos, obras inacabadas, escolas fechadas, estradas rurais esburacadas, ruas e praças escuras, e dezenas de outras irregularidade. O povo clama por dias melhores.

A comunidade está revoltada com a prefeita turista, que é mais vista fazendo compras nos shoppings de Salvador, do que cuidado da cidade que foi eleita, mas, não governa. Em contato com a redação do site, os moradores demonstraram indignação mais uma vez com a prefeita, por conta de um lixão viciado e de grandes proporções, que vem causando sérios transtornos aos que moram nas proximidades. 

Além do mal cheiro provocado pelo chorume, tem também a fumaça tóxica provocada pela irresponsabilidade da própria administração que não tem compromisso com as políticas públicas de adequação dos detritos. Diante da ingovernabilidade e na certeza que será defenestrada da prefeitura nas eleições do ano que vem, Jaqueline Mota, prefeita de um mandato só, jogou a toalha, sumiu da cidade e agora só cuida de suas vantagens pessoais as custa do erário público. Acorda Barro Preto! 

Barro Preto está entregue ao abandono total.

Uma prefeita irresponsável que não tem compromisso com o povo.

O município está engolido pelo lixo.

Prefeita Jaqueline Mota sofre nova derrota no TCM-BA

Jaqueline Mota: Ficha suja em Barro Preto.

Jaqueline Mota: Ficha suja em Barro Preto.

O Tribunal de Contas dos Municípios, negou provimento ao pedido de reconsideração das contas da Prefeitura de Barro Preto, na gestão de Jaqueline Mota (PT), relativas ao exercício de 2013 e 2014. Tia Jaque, como é conhecida, foi condenada pela corte, em 2013, a devolver mais de R$ 500 mil reais, por conta de uma série de irregularidades graves na fadada gestão. Em 2014, a gestora foi novamente derrotada, diante o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, por realizar contratações sem concurso público e nos gastos diversos com locação, combustíveis, publicidade e festejos.

O relator, Conselheiro Paolo Marconi, entendeu que, no recurso, a prefeita não apresentou nenhum documento capaz de descaracterizar as irregularidades contidas no parecer inicial, sendo mantida a rejeição das contas e as multas, que somadas, chegam a quase a R$ 100 mil. Em Barro Preto, a prefeita, além de manter a cidade estagnada e abandonada, carrega uma estratosférica rejeição beirando os quase 89%. É bom lembrar que Jaqueline Mota é ficha suja e estar impedida de concorrer a reeleição, em 2016.

“Josias Gomes levou os votos de Ilhéus e depois escafedeu-se!”, dispara radialista

Barro_Preto-Jaqueline_Vila_Nova

Em pé, Vila Nova acompanha reunião entre Josias e Jaqueline Mota.

O radialista Erivaldo de Jesus, mais conhecido como Vila Nova ou Vilinha, como queira, não economizou adjetivos para criticar o deputado federal licenciado e secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes (PT), na edição desta segunda, 16, no programa matinal O Tabuleiro, da Rádio Comunitária Conquista FM.

No comentário, o comunicador demonstrou tamanha ojeriza com o secretario, ao ponto de afirmar que depois de eleito, Josias escafedeu-se! Levou os votos dos ilheenses e depois sumiu. Vila ainda encontrou tempo para ironizar o petista, acusando de fazer campanha política restritamente pelo Facebook. Vale ressaltar que o radialista é esposo da prefeita da cidade de Barro Preto e filiada no Partido dos Trabalhadores, pelo qual é vista semanalmente em Salvador fazendo piseiro no gabinete de Josias Gomes em busca de socorro administrativo. O sabichão deu um tiro no pé!

Ficha suja: prefeita de Barro Preto terá que devolver mais de 50 mil aos cofres públicos

Tia Jaque é Bi em contas rejeitadas no TCM-BA.

Tia Jaque é Bi em contas rejeitadas no TCM-BA.

A prefeita de Barro Preto, Jaqueline Mota, do PT, teve as contas rejeitadas referentes à gestão 2014 por ter inchando a folha do município com cargos comissionados e extrapolado o limite de 54%, estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Jaque, como é conhecida, é bicampeã em contas rejeitadas, ficando inelegível (ficha suja) impedida de disputar as próximas eleições.

A prefeita terá de devolver do próprio bolso a quantia de R$ 43.200,00 (Quarenta e três mil e duzentos reais), correspondentes a 30% dos seus vencimentos e multa de 7.000,00 (sete mil reais) referente à enxurrada de cargos sem concurso, caracterizando discrepância ao poder público. O relator do processo foi o conselheiro do Paulo Marconi. Em 2013, a gestora foi condenada pela mesma corte de contas, a devolver mais de meio milhão de reais, por conta de uma serie de irregularidades como: dispensa em licitação; contratação sem concurso; desvio nos recursos do FUNDEB, pagamento em duplicidade para veículos de comunicação e a não comprovação de pagamentos para funcionários com valores não justificados.

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829




web