JM em defesa do Porto Sul.

JM em defesa do Porto Sul.

Um navio atracou neste sábado (9) no Terminal de Contêineres de Salvador e trouxe uma carga com 20.035 trilhos, cerca de 20 mil toneladas destinados às obras do trecho 2 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). Com origem da China, as peças serão instaladas em um perímetro de aproximadamente 485,4 km de extensão, entre os municípios de Caetité e Barreiras. A estimativa do governo federal é entregar o trecho em 2022. 

Segundo Carlos Autran Amaral, diretor-presidente da Companhia das Docas da Bahia, pode ser o primeiro passo para a reintegração dos portos baianos com a malha ferroviária brasileira.

A descarga total dos trilhos está prevista para a semana que vem, quando serão transportados para o destino final. 

Em Ilhéus, quando esteve à frente da secretaria de desenvolvimento econômico, meio ambiente e urbanismo, o presidente do legislativo Jerbson Moraes participou efetivamente dos atos em defesa do desenvolvimento de Ilhéus, dentre eles a implantação do Complexo Porto Sul, vetor na geração de emprego e renda, incremento na economia e dignidade para uma Ilhéus do futuro. 

Ao todo, a Fiol terá 1.527 km, ligando o futuro Porto Sul, na região de Ilhéus, ao município de Figueirópolis (TO), onde se conectará com a Ferrovia Norte-Sul e o restante do país.