Local visitado pelos investigadores.

Local visitado pelos investigadores.

Investigadores da policia civil durante Operação H2O cumpriram mandados de Busca e Apreensão, determinado pela 2ª Vara Crime da Comarca de Ilhéus, em uma revenda de água mineral no bairro da Barreira, zona sul de Ilhéus. Foram apreendidos 62 vasilhames de água mineral 20 litros, exibindo a Marca Águas do Porto, com indícios de sinais de falsificação da Logomarca (nome exibido em formato quadrado ao invés de formato oval); lacre da tampa não personalizado e sem impressão da data do envasamento e lote; e selo da SEFAZ sem holograma.

A investigação da Policia Civil no mês de janeiro chegou a adquirir produto falsificado para confronto com o produto original da indústria, e apresentação de relatório laboratorial que demonstrava a presença de colstridium e cloriformes.

Na ação, foi presa a dona do estabelecimento de iniciais M.A.D.S.S., 46 anos, que ao ser interrogada informou que adquiriu os produtos nas mãos de Antônio do Cururupe, sem contudo, fornecer dados de endereço, qualificação, ou telefone do suposto fornecedor. A investigação obteve prova testemunhal que a investigada já vinha ofertando a outros comerciantes, água falsificada (rótulos e lacres) por preço bem inferior ao praticado pela Empresa a comerciantes.

A prisão foi comunicada a Justiça Criminal pelas infrações previstas no Art. 272º § 1º do Código Penal e Art. 1, inciso III da lei Nº 8.137/1990. A investigada aguarda Audiência de Custódia.

WhatsApp Image 2021-02-16 at 17.32.10 (1)