Tecnildo tem histórico de violência.

Tecnildo tem histórico de violência.

Já está no presídio Ariston Cardoso à disposição de justiça, Tenildo Raimundo Gomes, apelidado de Tecnildo, preso confesso por assassinar a golpes de faca e com requintes de crueldade, Júlio Manoel de Oliveira, 42 anos, fato ocorrido no último sábado, 06, na Rua Carneiro da Rocha, no Centro de Ilhéus.

O delegado Hélder Carvalhal, titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coorpin, requisitou da justiça e foi acolhido o pedido da conversão da prisão temporária em preventiva, ou seja, sem prazo para deixar a cadeia. 

No dia do crime, Tecnildo assassinou Júlio Manoel na frente da filha e do neto, sem chance de defesa da vítima, diante da frieza no cometimento do ato.