Cultura Ong Gomgobira.

Cultura Ong Gongombira.

A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania irá realizar, durante o mês de fevereiro, mais uma edição do projeto Encontros da Oralidade com Mãe Ilza Mukalê. Nos dias 4, 11, 18 e 25, sempre às 19h, a matriarca do Terreiro de Matamba Tombenci Neto receberá convidados no canal da instituição no YouTube. 

O projeto é uma realização da ONG Gongombira, com apoio da Ativa Ideia e apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (FPC) (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. 

No dia 4 de fevereiro, Mãe Ilza Mukalê receberá Mãe Lúcia Kamurici, do Terreiro de São Jorge Filho da Goméia, para conversar sobre “Saberes Ancestrais: a arte da confecção do pano da costa”. Mãe Lúcia tem mais de 70 anos de ativismo na luta pela preservação da cultura de matriz africana, é Presidenta do Bloco Afro Bankoma desde 2011 e membro da Comissão Nacional da Ação Griô. 

Na semana seguinte, dia 11, será a vez de Mãe Ilza receber o percussionista Gabi Guedes, para conversar sobre “Atabaques sagrados: música e devoção dos povos de terreiros”. Gabi tem um extenso currículo, já tocou com grandes nomes da música baiana e internacional, de Margareth Menezes a Jimmy Cliff. 

Dia 18, Mãe Ilza receberá Géssica Neves (Makota Meankiatoala), graduanda em Pedagogia e coordenadora de Dança da Ala de Dança do bloco Afro Bankoma, para conversar sobre o tema “Poesia dos corpos: a mulher e a dança afro-banto”.  

O último encontro, no dia 25 de fevereiro, será com a convidada Lais dos Santos (Makota Kejesu) e o tema a ser discutido será “Mãos que tecem a vida”. Laís é responsável pelas relações institucionais entre as Comunidades Tradicionais de Terreiros de candomblé e Quilombolas, Confecção de Adereços e estética Afro pelo projeto cultural Bankoma.