PP perdeu as eleições, mas ganhou fôlego político.

PP perdeu as eleições, mas ganhou fôlego político.

Com a proibição de doações por parte de empresas privadas para candidaturas políticas, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, mais conhecido como fundo eleitoral, tornou-se a principal fonte de recursos para quem pleiteia um cargo político. E nas eleições municipais desse ano não foi diferente.  

Dentre os 08 partidos que disputaram o comando da prefeitura de Ilhéus, o PP é o que mais repassou verbas para campanha de Cacá Colchões e Veveu. De acordo com informações obtidas no Site DivulgaCandContas do TSE, o comando do PP ilheense recebeu R$ 300 mil da direção Estadual e R$ 50 mil da direção nacional, totalizando a cifra de R$ 350 mil reais a título de Fundo Eleitoral destinado para pagar gastos de campanha da majoritária e proporcional. 

Além do vultoso Fundo Eleitoral, o PP também foi agraciado com as singelas contribuições do ex-prefeito Jabes Ribeiro e do irmão, John Ribeiro, onde juntos, ofertaram R$ 20 mil reais, na tentativa de “turbinar” a campanha dos Progressistas, que tornaram a terceira força política em Ilhéus, após serem desbancados pelo Democratas de Valderico Junior e o reeleito Mário Alexandre (PSD).

Confira os valores.