Vereador na mira da justiça.

Vereador na mira da justiça.

Um vereador de Jequié, no sudoeste, teve os bens disponibilizados pela Comarca local. Segundo a sentença do juiz Armando Duarte Mesquita Júnior, o legislador Adriano Alves dos Santos terá bloqueados R$ 61,3 mil. O valor se refere ao provável montante que o edil teria se beneficiado a partir da chamada “rachadinha” [devolução de parte do salário] de duas assessoras entre os anos de 2017 e 2019.

Com uma delas, em 2017, o vereador teria obtido R$ 36,4 mil, e com a outra assessora, R$ 24,8 mil, entre 2017 e 2019. A decisão acata ação civil de improbidade administrativa [crime contra administração pública] movida pela 4ª Promotoria de Justiça de Jequié que acusou o vereador da prática ilegal.