prefeitura ilheus embasa




:: 14/maio/2020 . 22:08

Mais de 40 trabalhadores estão com coronavírus no presídio de Itabuna, afirma sindicato

Unidade prisional deve passar por desinfecção.

Unidade prisional deve passar por desinfecção.

Mais de 40 profissionais que trabalham na unidade prisional da cidade de Itabuna, estão infectadas pelo novo coronavírus, de acordo com o Sindicato dos Agentes Disciplinares Penitenciários e Agentes Socioeducadores Empregados Terceirizados, Temporários e Contratados em Regime Especial Administrativo do Estado da Bahia.

Segundo o diretor financeiro do Sindap-BA, Antônio Reis, pra piorar a situação, a Seap, secretaria estadual responsável pela gestão dos presídios na Bahia, além das empresas contratadas, não repassam qualquer informação sobre a situação para a entidade. “Esta não parece ser uma postura correta. Camuflar ou omitir essas informações compromete vidas humanas”, salienta.

Ainda de acordo com o sindicalista, o representante do Sindap, em Itabuna, Ronaldo Gomes, está internado na UTI de um hospital da região. “Temos informações que em todo sistema prisional e socioeducativo há centenas de  profissionais com suspeita de estarem infectados”, 

A direção do Sindap informou que se reuniu com o Secretário da Seap, Nestor Duarte, por vídeoconferência, para exigir providências e ações imediatas que garantam a integridade física dos trabalhadores e cobrou dos órgãos competentes, apuração referente às condições que os profissionais estão sendo submetidas no trabalho.

3ª Vara do Trabalho de Ilhéus destina R$ 338 mil para o combate ao coronavírus

TRT Ilhéus.

TRT Ilhéus.

Uma decisão da 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus, cidade localizada no litoral sul da Bahia, destinou R$ 338 mil para o Núcleo de Saúde do Trabalhador (Nusat), órgão vinculado à Secretaria de Saúde de Ilhéus, com a finalidade de adquirir materiais e insumos necessários ao controle da pandemia provocada pelo novo coronavírus e à proteção dos trabalhadores da saúde.

O Ministério Público do Trabalho na Bahia, que movia a ação civil pública contra a empresa Atacadão, pediu que o valor atribuído fosse destinado ao Nusat, por entender que a reparação do dano deveria ficar na localidade e com a comunidade lesada. Na decisão, o juiz titular da vara, José Cairo Júnior, entendeu que o requerimento para o repasse de verbas ao Nusat atende a Recomendação nº 62 do CNJ, já que “os valores possuem destinação específica relacionada com a prevenção e o combate dos efeitos da pandemia do coronavírus”.

Os valores repassados serão destinados para a aquisição de máscaras cirúrgicas, demais equipamentos de proteção individual (EPIs) e de um veículo. O município de Ilhéus tem 332 casos confirmados e 16 mortes por Covid-19, atrás apenas de Salvador em número de óbitos. 

Após dois dias na UTI Neonatal, Jonas não resiste e morre

Jonas lutou e não resistiu.

Jonas lutou e não resistiu.

O bebê recém-nascido Jonas Andrade dos Santos morreu no início da tarde desta sexta-feira (14) na UTI Neonatal do Hospital São Judas Tadeu, na cidade de Jequié.

O bebê prematuro de 08 meses, nasceu com uma deformidade no pulmão e necessitava de ser transferido com urgência para uma UTI, o que infelizmente demorou de acontecer. Jonas veio ao mundo na Maternidade Santa Helena e, de lá pra cá, ficou internado aguardando autorização da regulação da secretaria estadual de saúde.

A família agradece a todos pelas correntes de oração, mensagens de solidariedade, apoio e carinho pela saúde de Jonas. 

Que Deus receba essa Estrelinha no Reino Celestial e conforte os familiares nesse momento de dor.

Abrigo São Vicente de Paulo recebe doações da Human Network

Ação em favor do abrigo.

Ação social em favor do abrigo.

Em apoio à campanha de ajuda que o Abrigo São Vicente de Paulo tem realizado, a Human Network do Brasil realizou na tarde desta quarta-feira (13) a doação de 70 cobertores e 70 lençóis para os idosos atravessarem aquecidos o inverno que se aproxima. 

Em razão da pandemia, o abrigo tem necessitado da ajuda dos diversos setores para o necessário auxílio e suporte para o atendimento dos abrigados.

A entrega da doação foi realizada pela diretora financeira da HNB, Jussara Antunes, ao gestor administrativo da instituição beneficiada, Flávio Soares. “Para nós é sempre uma honra poder contribuir com o Abrigo, uma instituição respeitada e que muito precisa da solidariedade das pessoas para atravessar esse momento difícil da pandemia”, declarou Jussara.

Saveiro e Gol, veteranos de destaque na Volkswagen

W

Wolkswagen, líder de vendas.

Quem está na busca por veículo para comprar e pesquisa sobre a marca Volkswagen com certeza não vai deixar de passar pelos modelos Saveiro e Gol, os veículos mais consolidados da marca no mercado.

Para entender a relevância dos dois veículos e como eles entraram para a história do mercado automobilístico no Brasil, é preciso entender também sobre a história da Volkswagen aqui no país.

Da Alemanha para o Brasil: a história da marca Volkswagen

A empresa de origem alemã desembarcou no Brasil em 1953, há 67 anos atrás, em um galpão no bairro Ipiranga, em São Paulo. Instalados neste local, com apenas 12 funcionários, teve início a produção dos primeiros fuscas em território nacional. Meses depois, a Kombi foi o segundo veículo que conquistou sua produção, agora com mais funcionários e infraestrutura. Nesta primeira sede, foram produzidos 2.820 veículos, sendo 2.268 Fuscas e 552 Kombis.

Com as vendas dando certo, chegou a hora de mudar de endereço. Depois de quatro anos de produção em São Paulo, a fábrica da Volkswagen foi transferida para a região de São Bernado do Campo, o famoso ABC Paulista. Em 1957, a linha de montagem foi deslocada para a nova região, substituindo a produção por montagem para a produção das primeiras peças nacionais, no dia 2 de setembro daquele ano. A primeira grande “estreia” na fabrica de São Bernardo do Campo foi a Kombi, produzida agora de forma inédita com 50% das peças nacionais, produzidas na própria fabricada do Brasil.

Entretanto, a inauguração da sede da Anchieta aconteceu apenas em 1959, em um evento que contou com a presença dos presidentes da Volkswagen da Alemanha e do Brasil, bem como o presidente Juscelino Kubistcheck e o presidente de São Paulo na época, celebração que entrou para a história do país. Em janeiro de 1959 foi quando o primeiro Fusca foi produzido em São Bernardo do Campo. Até o ano de 1956, o Brasil atingiu a marca histórica de 3,1 milhões de unidades do Fusca. Agora que você já conhece um pouco da história da Volkswagen no Brasil, veja os detalhes por trás da produção de cada um dos carros clássicos da marca a seguir:

Gol: do surgimento aos dias atuais

Com o ínicio de sucesso que a Volkswagen teve no Brasil, a marca optou por apostar na produção de veículos mais caros como era caso do Passat, SP2 e a linha Kharmann Ghia, que era carros clássicos, mas pensados para o público europeu. Em 8 de maio de 1980, a Volkswagen lançou o Gol para o Brasil, modelo que havia sido programado para substituir o Fusca em terras brasileiras. A partir de então foram 27 anos de liderança no mercado, entre os anos 1989 a 2013, com números expressivos. Em sua concepção, o Gol foi produzido levando em conta as condições de uso no país daquela época, levando em conta a resistência, a economia, a durabalidade e seu principal objetivo: ser capaz de transportar cinco pessoas. O nome, que não foi apenas uma bela conhecidência, foi escolhido para estalebecer uma ligação com o povo brasileiro que sempre foi apaixonado pelo futebol. Em 1980, o primeiro Gol chegou com o foco em substituir o Fusca, tendo concorrentes como o Chevrolet Chevette e o Fiat 147 como concorrentes. Na época o carro tinha motor 1.3 refrigerado a ar e 42 cavalos. Já em 1981, o Gol chegou com motor 1.5 refrigerado a água e porta malas de 460 litros como diferencial. Já em 1982, houve uma nova mudança no porta malas agora com 530 litros. Em 1984, chegou a primeira linha esportiva, o Gol GT. Tinha motor 1.8 e refrigeração a água com 99 cavalos. Agora em 1987, eram dois novos motos o 1.6 e 1.8 em carro reestilizado. Novos faróis, parachoques e laternas faziam o Novo Gol. Já em 1988, chegou o Gol GTI, o primeiro carro do Brasil com injecção eletrônica. O motor era 2.0 AP, com 112 cavalos de potência e 17,5 de tourque. Em 1991, houve a última estilização chinesa do carro. Já em 1992, o Gol chega a marca de 1.000 carros fabricados. Em 1994, segunda edição do veículo, conhecida como bolinha. Já em 1999, a segunda geração da bolinha ganhou um formato alongadado. Em 2003, período que marcou a presença recorde do Gol no mercado, o carro chegou na versão Total Flex, o primeiro carro biocombústivel do país. Você e um dos fãs do Gol, independente da geração? Conheça as opções de Gol e garanta já um para chamar de seu!

Saveiro: altos e baixos momentos de história

A estreia da Saveiro aconteceu no Brasil em 1982, em um momento onde picapes era consideradas novidades no mercado de automóveis, vistas exclusivamente como um carro desenvolvido para ser utilizado para o trabalho. Na época, a Saveiro tinha como concorrência o Fiat City e a Ford Pampa. A primeira vista simples, a Saveiro foi desenhada com a frente do Gol BX e a traseira de uma Parati. O primeiro motor era boxer 1.6 refrigerado a ar, com capacidade para transportar cerca de 570 quilos. Em 1976, passou pela primeira resestilização, com um capo mais baixo, faróis menores e luzes indicadoras laterais. Também possuia três versões: a C, CL e GL, com parachoques que foram produzidos até 1996. Em 1997, chegou a segunda geração da Saveiro, completamente diferente da anterior. Agora a Saveiro possuia o modelo bolinha do Gol, capacidade para 700 KG, motor AP 1600 com injecção eletrônica multiponto, que garantia melhor desempenho e consumo. A picape também ganhou cabine alongada e janela-vigia. Em 2003, chegou a terceira revitalização da Saveiro G3. O carro acompanhou todas as mudanças da sua família e conquistou um visual que se alinhava com a identidade dos principais veículos mundiais da marca e ainda com algumas inspirações em modelos mais caros da linha na época. Nesse ano, o painel ganhou linhas horizontais e iluminação azul. Já na parte de fora, o novo motor funcionava pelo comando de válvulas. Seja qual for sua época preferida, encontre o modelo disponível que mais se encaixa com aquilo que você esteja buscando.

Médico Antônio Rabat vence a luta pelo coronavírus e recebe alta

Rabat está recuperado.

Rabat está recuperado.

Após 25 dias internado por contrair o novo coronavírus (Covid-19), o médico cirurgião Antônio Carlos Rabat, 59 anos, recebeu alta do Hospital São José nesta quinta-feira (14).

Diversos membros da equipe médica, demais funcionários do hospital, familiares e amigos acompanharam a saída de Rabat sob aplausos e cartazes motivacionais.

O médico foi submetido a três testes que deram negativos, porém no quarto exame, foi confirmado o coronavírus e, desde então, permaneceu na UTI entubado, mas graças a Deus e aos cuidados da equipe médica, seu quadro de saúde apresentou evolução favorável e boa recuperação, proporcionando sua alta imediata. 

Vídeo:

Vitor sofre tentativa de homicídio no Alto da Soledade

Homem passou por cirurgia.

Homem passou por cirurgia.

Por volta das 05h50 da manhã desta quinta-feira (14) Vitor Nascimento dos Santos, 19 anos, sofreu tentativa de homicídio na localidade chamada Alto da Soledade, bairro do Malhado, zona norte de Ilhéus. 

De acordo com a polícia, a vítima sofreu duas perfurações de arma de fogo, sendo socorrido para o centro cirúrgico do Hospital Regional Costa do Cacau. 

Vitor se negou a dá detalhes sobre o fato aos policiais do PETO 70, que participaram da diligência, na tentativa de prender o suspeito. 

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

maio 2020
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




web