Está pedindo socorro!

Está pedindo socorro!

O que já era ruim, pode agravar Além do caos na média e alta complexidade, por conta da má gestão de contratos pela Secretaria de Saúde de Itabuna, a Maternidade Ester Gomes enfrenta a paralisação dos atendimentos a gestantes e crianças por conta da greve de seus funcionários.

Para agravar a situação, o Hospital Manoel Novaes tem negado receber a maioria dos partos com risco habitual. Ilhéus por ser a cidade mais próxima está segurando toda a saúde de Itabuna, principalmente os casos de média e alta complexidade e partos.

Com a Maternidade Ester Gomes fechada por conta do caos administrativo da secretaria municipal de saúde de Itabuna, a Maternidade Santa Helena pertencente ao hospital São José, vem recebendo um grande número de gestantes de Itabuna e de cidades vizinhas, que deveriam ser atendidas na maternidade itabunense. 

Por outro lado, a secretaria de saúde do estado (SESAB), tem conhecimento do problema, mas não pronunciou para resolver o impasse, ou possivelmente, não interesse de assumir a conta, que é de responsabilidade da prefeitura de Itabuna.