Canal em completo estado de abandono.

Canal em completo estado de abandono.

Em atenção à matéria “Epidemia de muriçocas invadem escolas, residências e estabelecimentos no Malhado”, publicada nesta terça-feira (03), a Embasa informa que o bairro possui, atualmente, 76% de cobertura com o serviço de coleta, tratamento e destinação final de esgotos, percentual mais elevado que a média geral de atendimento do município atualmente (57%). A Embasa está contratando estudos topográficos e geotécnicos para implantar cerca de 500 novas ligações de esgoto no Alto Gamboa, local onde há concentração de lançamento irregular de esgoto no canal do Malhado. Após a contratação de projeto executivo, que irá detalhar o escopo dessa intervenção, será aberto edital de licitação para a execução da obra, que em sua conclusão vai elevar o percentual de atendimento do bairro para 86%.

 Em relação às contribuições indevidas de esgoto, lixo e vísceras de animais no canal do Malhado, a empresa esclarece que o equipamento pertence à rede de drenagem de águas pluviais, cuja operação e manutenção competem à prefeitura. Por meio de equipes caça-esgoto, a Embasa notifica os usuários que não conectam seus imóveis à rede coletora de esgotos, mas a aplicação de penalidades, e mesmo a remoção de ligações clandestinas na drenagem, extrapolam a competência da empresa, nos termos da legislação em vigor.