Negromonte sorrindo da justiça.

Negromonte sorrindo da justiça.

O ex-ministro Mario Negromonte ignorou mais uma vez a ordem do Supremo que determinou seu afastamento do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e voltou a atuar ontem em julgamentos no plenário da Corte. 

Negromonte esteve presente em outras duas sessões realizadas no TCM desde que o Supremo decidiu afastá-lo. A primeira foi na última quinta, um dia após o veredito. A assessoria de comunicação do Supremo disse que, por enquanto, qualquer posição sobre o caso seria feita apenas nos autos da ação julgada pela Primeira Turma.