Faltaram ao trabalho sem justificar.

Faltaram ao trabalho sem justificar.

O deputado estadual Roberto Carlos (PDT) lidera o ranking de parlamentares da Assembleia Legislativa que mais faltaram às sessões de votação este ano sem apresentar justificativa, aponta o registro de frequência em plenário divulgado no site de transparência da Casa. Até agora, o pedetista já acumula 22 ausências injustificadas desde o começo da atual legislatura.

Em segundo, empatados com 17 faltas, estão Rogério Andrade Filho e Alan Castro, ambos do PSD. Logo abaixo, aparece Tum (PSC), que não foi a 16 das 76 sessões ordinárias e extraordinárias realizadas em 2019. Dividem o quarto lugar, com 15 faltas, Adolfo Menezes (PSD) e Luciano Simões Filho (DEM). Laerte do Vando (PSC) completa o top 5 dos mais faltosos, com 14 ausências.

Quem também queimou ao trabalho foi o deputado José de Arimateia (PRB) e Pastor Tom (PSL) com 13 faltas, seguidos por Talita Oliveira (PSL) e Zó (PT), ausentes em 12 sessões deliberativas convocadas pela Assembleia.