Lidiane vai frente a frente com o juiz.

Lidiane vai frente a frente com o juiz.

Será realizada no dia 12 de setembro, às 14h00 na Vara de Execuções Penais da comarca de Ilhéus, audiência de instrução sobre o crime de homicídio tendo como acusada, Lidiane Bruna Sales, 22 anos, denunciada por assassinar o filho recém-nascido, ocorrido no sábado do dia 03 de novembro de 2018. A mulher chegou a ficar presa no presídio Ariston Cardoso, mas foi liberada após audiência de custódia. 

O crime gerou enorme repercussão em todo o estado, diante da tamanha perversidade da mãe, que durante todo o tempo, escondeu a gravidez da família. A mulher desferiu vários golpes de faca no bebê, após ter parto normal dentro do quarto da própria residência, situada no bairro do Malhado, zona norte de Ilhéus.   

Na época, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 chegou a ser acionado e o recém nascido, com cerca de 4 kg, estava enrolado em um pano e foi levado juntamente com a mãe para a maternidade, mas não resistiu vindo a óbito.