site antigo fabio roberto
68 cipm




Operação Xavier: Ministério Público investiga funcionários fantasmas na Câmara de Ilhéus

Câmara é alvo de investigação do MPBA

Câmara é alvo de investigação do MPBA

Os investigadores do Ministério Público de Ilhéus, na pessoa do emitente promotor Frank Monteiro Ferrari, titular da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, apura mais um possível esquema que consiste no desvio de recursos públicos para pagamento de servidores fantasmas na Câmara de Vereadores de Ilhéus. 

A prática de peculato/desvio consta na denúncia do ministério público batizada de Operação  Xavier, desencadeada no último dia 15 de maio, oferecida à juíza Emanuele Vita, titular da 1ª Vara da justiça criminal de Ilhéus, que decretou a prisão preventiva de 2 vereadores, 1 ex-secretário municipal, servidor da Câmara, além de empresários envolvidos no grupo criminoso. 

O esquema fraudulento para pagamento de fantasmas na Câmara de Ilhéus funciona da seguinte forma: o assessor parlamentar registrado no setor de recursos humanos do Poder Legislativo recebe o valor bem acima do seu salário, para efetuar o pagamento a pessoas consideradas fantasmas. 

A prática criminal se arrasta ao longo de várias gestões e dissemina por todos os gabinetes, já que os vereadores podem gastar mensal 10.021,00 (dez mil e vinte e um reais) com os assessores parlamentares devidamente registrados na Câmara Municipal. 

Screenshot_20190530-134248

1 resposta para “Operação Xavier: Ministério Público investiga funcionários fantasmas na Câmara de Ilhéus”

Deixe seu comentário

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  




web