PRF e GAECO na porta da Câmara de Ilhéus.

PRF e GAECO na porta da Câmara de Ilhéus.

De acordo com as investigações da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, que tem à frente o combativo promotor Frank Ferrari, responsável pela Operação Chave E, deflagrada na última quarta-feira, 15, em Ilhéus, o advogado Daniel Mendonça, filho do ex-vereador, ex-secretário municipal Alisson Mendonça, usava o cargo de Procurador Jurídico da Câmara de Vereadores, para atuar na defesa do suposto grupo criminoso, no biênio de 2017-2018.

No inquérito, Daniel é apontado como compadre de Lukas Paiva, que na época, o nomeou no cargo, velado pela impunidade, para através de sua atividade profissional como advogado, atuar nos procedimentos administrativos fraudulentos. 

Diante do vínculo com o grupo criminoso que vinha sangrando os cofres públicos na Câmara de Ilhéus, a juíza Emanuelle Vita impôs medidas cautelares ao ex-procurador, enquanto perdurar o trâmite do processo.