Diala soltou o verbo.

Diala soltou o verbo.

A Conselheira Municipal de Saúde Ilhéus, Diala Magalhães, após descobrir as hospedagens indevidas dos Conselheiros de Saúde: Jurandir Cosme Teles, Waldemir Borges, Silvandra Caldeiras, Maria das Graças Santos Sousa, Gilmar Marques dos Santos e Juvenal Alberto Santos Oliveira (Júnior) e demais convidados que, ocuparam 11 apartamentos duplos em um Hotel de luxo de Ilhéus, local onde ocorria o eventos da 7ª Conferência Municipal de Saúde. 

Ao questionar o Presidente do Conselho Rafael de Jesus Santos e a Coordenadora da conferencia de Saúde a Conselheira Maria das Graças quem autorizou as hospedagens com uso de dinheiro publico? Os conselheiros envolvidos na farra das hospedagens, se articularam para destituição da Vice-Presidente, manipulando os participantes a votarem a favor, para encobrir as farras das diárias em um hotel de luxo.

A conselheira Maria das Graças Santos ainda convidou seu namorado e dois amigos de Itabuna, para a hospedagem do dia 24 a 26 de abril 2019 no hotel. Os outros conselheiros com residência no município de Ilhéus, se hospedaram de 25 a 26 de abril de 2019, mesmo com 06 automóveis da secretaria de saúde a disposição da 7ª Conferência Municipal de Saúde.

Após protocolar documento solicitando esclarecimento sobre a farra das hospedagens, ao Secretário de Saúde Magela, assinado por alguns conselheiros, estes também passaram a sofrerem ameaça as suas Instituições representativas e serem também destituídos ou prejudicadas pela nova diretoria executiva do Conselho de Saúde.

Ficam as perguntas: 

Quem autorizou a farra das hospedagens dos conselheiros?

Qual a moral destes conselheiros em fiscalizar o uso do dinheiro público da saúde?