site antigo fabio roberto
68 cipm




:: 15/jan/2019 . 22:46

Trabalhador tem bicicleta furtada na porta do Supermercado Meira

Imagem do principal suspeito do furto.

Imagem do principal suspeito do furto.

O trabalhador Gildo Rodrigues Martins, 54 anos, teve a sua bicicleta furtada por volta das 11h30 desta segunda-feira, 14, no passeio do Supermercado Meira, próximo da subida do Alto do Coqueiro. 

De acordo com a irmã, Gildo, que é açougueiro do mercado, parou a bicicleta para bater o ponto, e quando retornou, a byke havia sido furtada. 

Nas imagens captadas pela central de videomonitoramento da loja é possível perceber o principal suspeito e a bicicleta parada no passeio do estabelecimento.  

Quem encontrar ligar com urgência no telefone celular número (73) 9 9127-1711 (falar com Paloma). 

50505566_433663317171215_1453728803426664448_n

Servidores Municipais de Ilhéus são surpreendidos com cartão Vale Mais bloqueado

Cartão Vale Mais bloqueado.

Cartão Vale Mais bloqueado.

Vários servidores da Prefeitura Municipal de Ilhéus foram as compras nesta terça-feira, 15, e no momento em que passavam o cartão Vale Mais Convênio constataram que o benefício estava bloqueado.

O Cartão Vale Mais é descontado diretamente no contracheque de cada servidor, porém, segundo informações da Vale Mais, a prefeitura ainda não efetuou o pagamento para com a empresa. 

Há quem diga que o débito do Município com a Vale Mais já ultrapassa 03 meses de atraso, enquanto isso, os servidores municipais passam constrangimento em filas dos estabelecimentos. 

Imagem comprova benefício bloqueado.

Imagem comprova benefício bloqueado.

Advogado refuta afirmações de Marão para justificar demissão injusta de servidores

Advogado refuta governo Marão.

Advogado refuta governo Marão.

Na opinião do advogado Iruman Contreiras, a omissão de 111 contratos temporários do Decreto nº 128/2018, baixado pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, que afastou os servidores admitidos na Prefeitura antes de outubro de 1988 e deveria extinguir os contratados do Processo Seletivo do Edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), deu provas que a dispensa do pessoal anterior a 88 não é para cumprir ordem judicial, mas representa a vontade própria e para esconder a má gestão que levou ao atraso salarial.

“Se fosse para cumprir a ordem judicial não se arriscaria a manter esses contratos irregulares da SDS. Esta ação do prefeito e do secretário de Administração, Bento Lima, e do procurador geral Jefferson Domingues, reforça a suspeita de que se valem da ação popular e de um juiz equivocado para suprimir direitos de trabalhadores legalmente admitidos e que não lhe prestam continência. Querem as vagas desses servidores”, argumenta o advogado, que assiste à APPI/APLB.

O advogado sindical reforça as contradições do prefeito Mário Alexandre ao desmentir declarações feitas em informe jornalístico emitido pela Secretaria de Comunicação (Secom), através do qual afirma “a herança deixada por gestões anteriores, numa sequência de erros administrativos e jurídicos lesou os cofres públicos e produziu distorções salariais.”

Para o advogado Iruman Contreiras, o prefeito esqueceu que foi eleito vice-prefeito na gestão do então prefeito Newton Lima e sabia de todos esses problemas do Município, principalmente os de ordem financeira. “Em realidade, não existem distorções salariais. A atual remuneração foi conquistada por ordem judicial que mandou cumprir o Plano de Cargos e Salários e conceder as promoções suprimidas por mais de 20 anos de contrato dos trabalhadores”.

De acordo com o presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira, a pretensão do prefeito Mário Alexandre é desviar a atenção da opinião pública para os graves problemas que existem na sua gestão. Dentre elas, o caos na saúde, preço exorbitante da passagem do transporte público, ônibus velhos rodando, o não cumprimento no pagamento com a empresa que faz a coleta diária do lixo domiciliar, comercial e hospitalar, abandono nas estradas da zona rural, unidades escolares sem condições de iniciar o ano letivo, além dos morros sem nenhuma infraestrutura.”

Matéria de assessoria de comunicação da APPI/APLB. 

Ibicaraí: Sindicado dos professores cobra explicações a Prefeitura sobre constantes atrasos de salários

Professores de Ibicaraí salários atrasados.

Professores de Ibicaraí salários atrasados.

A Delegacia Sindical Floresta do Cacau/APLB Sindicado , publicou uma nota neste segunda -feira 14 de setembro, cobrando explicações da Prefeitura Municipal de Ibicaraí, dos constantes atrasados que vem ocorrendo nos últimos meses, onde parte dos professores receberam seus vencimentos referente a dezembro, onde deveria ser pago até o quinto dia útil do mês corrente, o Sindicato na nota cobra explicações sobre os critérios na seleção de pagamentos dos salários, onde questiona que até o fechamento da matéria representantes da prefeitura não procuraram o sindicato, para esclarecer o descaso que vêm ocorrendo no município.

Segue a nota divulgado pelo sindicato.

Comunicado

O Sindicado dos professores de Ibicaraí repudia o descaso e o descumprimento da legislação trabalhista, por parte da Prefeitura Municipal de Ibicaraí, nos últimos meses a situação de atrasos salarial tem se tornado constante e atualmente apenas parte dos professores recebeu o salário do mês de dezembro até o presente momento o sindicato não foi procurado para esclarecimento dos critérios de seleção dos trabalhadores para o pagamento, exigimos respeito.

Delegacia Sindical Floresta do Cacau/APLB Sindicato. 

Populares encontram carro abandonado em frente ao Condomínio Sol e Mar

Veículo localizado no matagal.

Veículo localizado no matagal.

Um carro, modelo Celta, cor preta, com placa policial JQU-3456, com licença de Itabuna foi encontrado por populares, na manhã desta terça-feira (15), nas proximidades do Residencial Sol e Mar, no bairro Nossa Senhora da Vitória, zona sul de Ilhéus.

O veículo foi encontrado abandonado dentro de um matagal com os vidros fechados. Ainda não há informações oficiais sobre o proprietário do veículo ou se o mesmo apresenta queixa de roubo/furto. 

A Polícia Militar já foi acionada para o local da ocorrência.

Assistam:

Dimitri Adami fala da polêmica do aumento da tarifa de ônibus em Ilhéus

Dimitri Adami.

Dimitri Adami.

O reajuste da tarifa do transporte público em nossa cidade mais uma vez provoca a indignação dos usuários deste serviço. Não custa lembrar que o direito ao transporte está elencado na nossa constituição federal como um dos direitos sociais e, como tal, deve ser garantido e acessível a todos.

Bem, o simples fato da tarifa ser reajustada não deveria causar alarde, pois todo ano os salários são reajustados, a tarifa de energia, de água, os aluguéis, afinal, a inflação aí está e incide sobre todos os bens e serviços dos quais fazemos uso. Mas porque o reajuste da tarifa de transporte público causa tanta indignação ao povo ilheense?

A resposta é muito simples: A “passagem de ônibus” de Ilhéus já é muito cara!

Para explicar o afirmado farei uma comparação com nossa capital, onde existe um sistema de transporte público integrado com estações de transbordo, no qual o usuário pode pegar DOIS ônibus diferentes num intervalo de duas horas ou até mesmo fazer uso do METRÔ em um dos seus trajetos, pagando apenas uma única tarifa de R$3,70 (três reais e setenta centavos), diferente dos ilheenses que estão pagando R$3,80 (três reais e oitenta centavos) a partir do presente mês para fazer uso de um sistema de transporte público que não satisfaz aos anseios de seus usuários.

É papel da Camara de Vereadores, representante do povo, perceber tal aberração e lutar pelos interesses dos cidadãos, evitando que estes sejam lesados ao fazer uso de um serviço tão essencial à coletividade.

Infelizmente, não foi o que aconteceu.

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  




web