Ação desencadeada pela Civil e Militar.

Ação desencadeada pela Civil e Militar.

Por volta das 12hs desta sexta-feira, 11, em ação conjunta ente a polícia civil e militar, foi cumprido mandado de prisão provisória contra Jackson Rigaud, vulgo Kito, na cidade de Canavieiras. De acordo com as investigações, Kito é co-autor do crime de tentativa de homicídio por disparo de arma de fogo, que teve como vítima, Antônio Carlos Ramos, vulgo Paraná, ocorrido no dia 2 de Janeiro deste ano.

O crime foi praticado por Kito e Antônio Adnyck Rigaud (que já estava preso) . A vítima foi atingida por dez disparos, mas não morreu. É reconheceu ambos como autores do crime.

O motivo foi vingança, pois os autores atribuíram a vítima como quem deu informações à polícia, que resultou na apreensão em flagrante de seu filho e mais três pessoas no dia 29 de Dezembro de 2018, quando foram recuperadas 2 motos roubadas, um simulacro de pistola calibre .40, e drogas.

Fonte: Delegado Renato Fernandes.