Paralisação deve afetar movimento do hospital.

Paralisação deve afetar movimento do hospital.

Mais um grave problema está prestes a estourar no Hospital Regional Costa do Cacau. Os mais 70 funcionários, entre eles maqueiros, coletores, recepcionistas e camareiras poderão paralisar as atividades em decorrência dos salários atrasados. 

Em contato com a redação do Site Fábio Roberto Notícias, por meio do aplicativo WhatsApp, eles informaram que a Gerir, empresa que administra o Hospital, não fez o repasse à DM Serv, impossibilitando o pagamento dos trabalhadores. 

Ainda de acordo com os terceirizados, há quatro meses a DM Serv vem cobrindo os gastos sem receber os recursos da Gerir. Os funcionários foram informados pela direção da empresa que só irão receber salário caso a Gerir faça os repasses. 

Com a possível paralisação dos trabalhadores, o Hospital Costa do Cacau poderá enfrentar um grande colapso no funcionamento, uma vez que os serviços essenciais serão afetados.