site antigo fabio roberto
68 cipm




:: 14/nov/2018 . 21:10

Áudio: Ilheense acusa Casas Bahia por propaganda enganosa

Loja vende gato por lebre.

Loja vende gato por lebre.

A loja Casas Bahia, situada no centro de Ilhéus, foi denunciada nesta quarta-feira (14) pela prática de propaganda enganosa. A ação partiu de um ilheense, que entrou em contato com a redação do site Fábio Roberto Notícias, para relatar o episódio que enfrentou no estabelecimento.

Por volta das 14h30 desta quarta-feira, o cidadão se dirigiu à Casas Bahia para comprar uma máquina de lavar, da marca Eletrolux de 15 kilos, na qual estava no preço de 1.599.00. Quando o cliente autorizou o vendedor tirar a nota, foi informado que o produto custava R$ 1.899.00 e que o valor de R$ 1.599,00 era para produtos da amostra.

Resultado. Quando o cidadão decidiu comprar a máquina de lavar da amostra, foi informado pelo gerente que não tinha mais o produto em estoque e, ao ser questionado, passou ofender o cliente com palavras de baixo calão, ao ponto de dizer se estivesse insatisfeito poderia chamar a polícia militar. 

Indignado, homem narra a humilhação que passou na loja.

IMG-20181114-WA0202

IMG-20181114-WA0204

Campeonato Baiano 2019 terá árbitro de vídeo

taça

O Campeonato Baiano de 2019 ganhou forma. Na última terça-feira, representantes dos clubes e da Federação Bahiana de Futebol (FBF) participaram de uma reunião em que ficou definido o formato de disputa da competição. Com 13 datas disponíveis, foi decidido por unanimidade que, assim como em 2018, o estadual terá uma primeira fase em pontos corridos, seguida de semifinais e final realizadas em jogos de ida e volta.

Nas semifinais e na final, os mandos de campo dos jogos de volta serão das equipes melhores colocadas na primeira fase. Havendo empate em número de pontos ganhos e saldo de gols, a decisão se dará na disputa de pênaltis.

As partidas da final contarão com o auxílio do Árbitro de Vídeo (VAR). Segundo a FBF, o sistema não poderá ser adotado em outras partidas por conta da necessidade de estruturação de algumas praças esportivas do estado.

:: LEIA MAIS »

Barro Preto: estudantes rasgam poltronas e quebra ônibus do transporte escolar

Poltrona ficou destruída.

Poltrona ficou destruída.

Ato de vandalismo promovido por alunos da rede municipal de ensino deixou a prefeitura de Barro Preto indignada. Por meio da secretaria de Educação do município, a prefeita Ana Paula repudia os atos ocorridos na tarde desta última terça-feira, 13. 

Na ocasião, o ônibus que realiza o transporte escolar dos estudantes da Faz. Jussara e Faz. Brasil para as Escolas Municipais de ensino de Barro Preto foi alvo de vandalismo. Os estudantes rasgaram, e quebraram o forro do veículo.

Os estudantes também ameaçaram a tocar fogo. O motorista do ônibus conseguiu controlar a princípio ameaça dos estudantes.

bar

A gestora determinou apuração.

Segundo Informações do Motorista Sr. Raimundo eles gritavam  dizendo: “vamos rasgar mesmo que a prefeita tem condições de consertar”. Destacou o motorista.

Por fim, a prefeitura salienta que os principais prejudicados com a destruição do ônibus escolar são os próprios estudantes e solicita encarecidamente que “os pais dos alunos conversem com seus filhos sobre a importância de preservar os equipamentos de uso comum para que atos lamentáveis como esses não ocorram novamente”.

Ainda a Prefeitura irá tomar suas devidas providencias para situações como essa não venha acontecer. 

Fora Marão: motoristas do transporte alternativo protestam no centro de Ilhéus

Motoristas bloquearam via no centro de Ilhéus.

Motoristas bloquearam via no centro de Ilhéus.

Na manhã desta quarta-feira (14), motoristas do transporte alternativo realizaram um protesto no centro de Ilhéus. O protesto foi devido às fiscalizações que a categoria tem sofrido, por parte da Polícia Rodoviária Estadual, com sede na cidade de Itabuna. O que chama atenção, de acordo com os motoristas, é que os Pms saem de Itabuna para apreender os carros em Ilhéus, sendo que o município possui órgão de trânsito para proceder com as ações.   

Os motoristas disseram que a “perseguição” ocorre em toda a cidade e que seus carros estão sendo multados e guinchados diariamente. O transporte público em Ilhéus é precário e eles prestam um serviço para a comunidade, que sofre com ônibus velhos e com a demora. 

Com gritos de “Fora Marão” os trabalhadores cobraram a regulamentação do serviço, uma vez que existe o Projeto de Lei nº 2.951/2001, que cria o serviço de táxi-lotação, aprovado na Câmara de Vereadores e sancionado pelo ex-prefeito Jabes Ribeiro.   

Os motoristas afirmaram também que estão sendo alvo da deputada estadual Ângela Sousa (PSD), que após ser derrotada das urnas, determinou a apreensão de todos os veículos lotação da cidade. Vale salientar que o comando da 13ª Ciretran, em Ilhéus, órgão vinculado ao DETRAN-BA, é indicação da ainda parlamentar, que encerrará a vida pública no mês de janeiro. 

Assistam:

46173965_197115711180757_8317656660688502784_n

46361136_779772649023816_3724121070974795776_n

46215499_366243757252684_1993121479704707072_n

46181038_333959674049840_2370414281981165568_n (2)

46322745_330579424401275_6108985070343684096_n

46229046_277682916220939_56005394287296512_n

 

380 candidatos ainda não prestaram contas no TRE-BA

Prestação de contas em débito.

Prestação de contas em débito.

Cerca de 380 candidatos nas eleições passadas na Bahia ainda não entregaram a prestação de contas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Deles, apenas um foi candidato ao Senado, Francisco José (Rede).

Os demais disputaram a Assembleia ou Câmara dos Deputados. Eles são considerados inadimplentes e, se não regularizarem a situação, as contas serão julgadas como não prestadas.

Geddel e mais 16 viram réus por supostas fraudes na Caixa

Geddel em mais um problema.

Geddel em mais um problema.

Preso no Complexo Penitenciário da Papuda, o ex-ministro Geddel Vieira Lima se tornou réu em mais quatro ações penais por fraudes na Caixa Econômica Federal. As denúncias são relacionadas à Operação Cui Bono, que investiga a concessão de crédito da Caixa em troca de propina, e foram aceitas pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da Justiça Federal do Distrito Federal.

Além de Geddel, outros 17 acusados se tornaram réus nas ações, que foram ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF) no mês passado. Entre eles estão o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, também preso, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves, o operador Lúcio Funaro e o ex-vice presidente da Caixa Fábio Cleto. Todas as denúncias foram aceitas no último dia 11 pelo juiz, o mesmo que  havia mandado prender Geddel. 

O juiz deu prazo de dez dias para que os acusados apresentem uma resposta. Além disso, ele pede que a Polícia Federal apresente, em 15 dias, relatório dos bens apreendidos ao longo da investigação.

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

novembro 2018
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  




web