Os trabalhadores estão na responsabilidade da Gerir.

Os trabalhadores estão na responsabilidade da Gerir.

A Gerir, empresa que administra o Hospital Regional Costa do Cacau, rescindiu contrato com a Savana, que até então, era responsável pela segurança e vigilância da instituição. A rescisão ocorreu no último dia 31 de outubro, mas os trabalhadores foram mantidos, e ficarão a partir de agora sob a responsabilidade da Gerir. 

A Savana, que tem sede em Salvador, desde quando assumiu a segurança do Hospital, vinha incorrendo diversas irregularidades com os trabalhadores, a exemplo dos constantes atrasos de salários, falta de vale-transporte, vale-alimentação, adicional de insalubridade, horas extras, além do inadimplemento no depósito do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). 

Os profissionais estavam em greve há 03 semanas, mediante o atraso no salário que já dura quase 02 meses, mas decidiram encerrar na manhã desta quarta-feira, 07, após a Gerir rescindir contrato com a Savana, e mantê-los no posto de trabalho.  

O sindicato da categoria ingressou com uma ação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT),  contra a Savana, pleiteando o pagamento dos salários, como também os direitos e benefícios que nunca foram descumpridos, nos 11 meses em que ficou responsável pela segurança do Hospital.