Medrado esperar receber o que tem no Colo-Colo.

Medrado esperar receber o que tem no Colo-Colo.

Apesar do Colo-Colo Futebol e Regatas está mergulhado em uma dívida de aproximadamente R$ 1 milhão de reais, o presidente do Clube Márcio do IBGE, pretende regularizar a situação financeira do funcionário Flávio Medrado, supervisor do Tigre há mais de 18 anos. 

O presidente busca quitar os 20 meses de salários atrasados herdados das últimas gestões, além do INSS e FGTS que nunca foram depositados, segundo informou o próprio Flávio Medrado à reportagem do Fábio Roberto Notícias. 

Na última temporada em que o Colo-Colo disputou o Campeonato Baiano da 2ª Divisão, quando celebrou parceria arrendado com o empresário Weliton Nascimento, da Arezza/Adilis, Flávio foi aproveitado, recebeu salário dos meses trabalhados, mas, o empresário deixou de depositar o FGTS e assinar a rescisão contratual com o profissional.