site antigo fabio roberto
68 cipm




:: 29/ago/2018 . 23:17

UESC começa semestre sem itens básicos para funcionamento

UESC atravessa problemas no funcionamento.

UESC atravessa problemas no funcionamento.

Já se passaram 23 dias desde o início do semestre letivo de 2018 na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), e é notória a ausência de materiais básicos para funcionamento da instituição. Para se ter ideia não há se quer um banheiro com papel higiênico na universidade. Outros materiais didáticos e de manutenção da instituição, constantemente reivindicados pelo Movimento Docente (MD), continuam pendentes.

Diante desta situação, a ADUSC encaminhou, na última quinta-feira, um documento solicitando esclarecimentos quanto à origem e a iniciativa da administração da UESC para solução dos problemas (confira o documento). Em tempo, foi solicitado à reitoria informações quanto ao repasse do governo para execução orçamentária prevista para a universidade, uma vez que problemas semelhantes atinges outras universidades baianas, como resultado de contingenciamento orçamentário.

Deputados federais da Bahia faltam as sessões após o recesso

Parlamentares estão em ritmo de campanha.

Parlamentares estão em ritmo de campanha.

Mesmo com o Congresso em ritmo lento, metade dos deputados federais da Bahia registrou faltas em pelo menos uma das quatro sessões deliberativas realizadas após o recesso de julho. Dos 39 parlamentares, 19 foram a todos os encontros e 20 registraram ausências em pelo menos um dos dias 7, 8, 13 e 14 deste mês. No topo da lista está o deputado João Gualberto (PSDB), que não concorre à reeleição e faltou às quatro sessões deliberativas, quando há discussão e votação de projetos na pauta.

Depois aparece Cacá Leão (PP), com três ausências. Outros 11 parlamentares tiveram duas faltas: Antônio Imbassahy (PSDB), Arthur Maia (DEM), Bebeto (PSB), Erivelton Santana (Patri), Irmão Lázaro (PSC), Josias Gomes (PT), Lúcio Vieira Lima (PSDB), Nelson Pelegrino (PT), Ronaldo Carletto (PP), Sérgio Brito (PSD) e Uldurico Junior (PPL). 

A campanha só começou oficialmente no dia 16, mas o Congresso já está em ritmo eleitoral desde o retorno das atividades, no dia 1º. Tanto que pautas importantes não foram votadas. Dos 39 baianos, 33 concorrem à reeleição. 

Bahia lidera número de candidaturas inaptas nas eleições 2018

Candidaturas impedidas pela corte eleitoral.

Candidaturas impedidas pela corte eleitoral.

A Bahia é o estado até agora, com maior número de candidatos inaptos nas eleições deste ano. São 47 casos de candidaturas inaptas, a maioria delas por terem sido barradas pela Justiça Eleitoral por problemas na documentação, o que representa 4% do total de 1.170 postulantes baianos cadastrados.

Em segundo lugar está o Mato Grosso do Sul, onde 2,28% dos 526 candidatos foram considerados inaptos. O terceiro estado é Sergipe, com percentual de 1,96% dos 510 postulantes. No Brasil, são 221 candidaturas barradas até agora, 21,2% delas na Bahia. 

Cacá Colchões apresenta projeto de Cotas Regionais para vestibulandos, em Itabuna

Cacá fala para o público de estudantes.

Cacá fala para o público formado por estudantes.

Na manhã desta quarta-feira, 29, o candidato a deputado estadual Cacá Colchões apresentou o projeto de Cotas Regionais para os vestibulandos do curso Galileu, em Itabuna. O projeto prevê o bônus de 20% sobre a nota do ENEM na Universidade Estadual de Santa Cruz e na Universidade Federal do Sul da Bahia, para candidatos que cursaram o ensino médio em escolas com até 150km de distância das Instituições, sendo escola pública ou privada. 

O professor de cursos preparatórios, Dorival Filho, destacou a importância da implantação do sistema em nossas Universidades. “O acesso às Universidades não é tão simples. Muitos professores acham que elas têm que estar abertas para o país inteiro, mas não foi por isso que elas vieram para o interior. Vieram para atender a população daqui”. O professor declarou apoio a Cacá e ressaltou a importância de ter um candidato que “represente a nossa região e lute por uma causa que irá beneficiar nossos alunos”, finalizou Dorival.

A estudante Larissa Xavier, que disputará por uma vaga no curso de medicina, aprovou a proposta. Para Larissa, com a adoção do sistema de cotas, os alunos da região terão mais chances de aprovação, já que hoje o curso de medicina da UESC é concorrido por estudantes de todo o Brasil.

Além da valorização do estudante da região, o projeto busca reduzir o índice de evasão dos cursos, já que a maioria dos estudantes não conseguem se manter em outra cidade devido ao alto custo com habitação, transporte, alimentação e material estudantil. Cacá ainda destacou que o sistema já foi implantado em outras sete universidades do Brasil e, como representante do povo, irá lutar para que a UESC e a UFSB adotem o sistema no sul da Bahia.

Prefeito Mário Alexandre repassa mais de R$ 67 mil para APPI

Prédio novinho erguido com recursos dos trabalhadores.

Prédio novinho erguido com recursos dos trabalhadores.

O prefeito de Ilhéus Mário Alexandre (PSD), autorizou repasse de R$ 67.952,46 (sessenta e sete mil, novecentos e cinquenta e dois reais e quarenta e seis centavos), para APPI (Associação dos Professores Profissionais de Ilhéus). Os números foram publicados no blog da entidade.

O montante faz parte do quadro de filiados, que são descontados mensalmente dos vencimentos. Os valores compreendem os meses de abril e maio, mas só em agosto, a APPI decidiu divulgar a prestação de contas. 

A APPI recebe em média R$ 35 mil reais por mês, sem falar da contribuição assistencial que foi descontada 1% sobre o salário-base dos trabalhadores no mês passado, que segundo justificativa do sindicato, o recurso será usado para compra do elevador da sede.

abril

maio

Bairro da Conquista está tomado de lixo; imagens horripilantes

Lixo toma conta da Conquista.

Lixo toma conta da Conquista.

Moradores da Rua Arthur Bernardes, no Bairro da Conquista, localidade onde está situada o Centro Administrativo Municipal, sofrem com a precariedade de limpeza pública e falta de infraestrutura. 

Toda extensão do passeio da rua está comprometido, devido a grande quantidade lixo. Além do mau cheiro e da obstrução da via, os dejetos se tornam criadouros do temido mosquito Aedes aegypti.

“Tem muito lixo e dá muito urubus, além disso a gente tem medo das doenças. A comunidade tá precisando do prefeito e do vice, pois o nosso município está penando”, declara uma moradora. 

Segundo moradores da região, a secretaria de serviços públicos já foi informada do caso, como também a própria Solar Ambiental, que até o momento, não foram no local retirar o lixo, que já dura quase 04 dias. 

WhatsApp Image 2018-08-29 at 15.45.47 WhatsApp Image 2018-08-29 at 15.47.17 WhatsApp Image 2018-08-29 at 15.47.20

Ilhéus: homem morre eletrocutado ao consertar micro-ondas

Vítima morreu no local.

Vítima morreu no local.

Marcelo Henrique de Oliveira da Costa, de idade ignorada, morreu após levar um choque elétrico de alta voltagem, na tarde desta terça-feira, 28, na Rua Nossa Senhora da Conceição, bairro Teotônio Vilela. O Samu foi acionado por populares informado que a vítima passou mal, mas ao proceder com a reanimação, o homem não resistiu. 

Segundo informações da PM, o homem fazia reparos técnicos no aparelho da casa de uma vizinha, quando ao ligar o equipamento acabou recebendo a descarga elétrica. O departamento de polícia técnica de Ilhéus removeu o corpo para necrópsia e, em seguida, foi liberado para sepultamento. 

Ilhéus é a 8ª pior cidade em geração de empregos

Desemprego cresce em Ilhéus.

Desemprego cresce em Ilhéus.

Segundo os dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho, no mês de junho Ilhéus admitiu 330 pessoas, mas demitiu 431, resultando em um saldo de -101. O município somou aos maus resultados anteriores e o acumulado do ano subiu para -377 pessoas nos postos de trabalho.

O órgão coloca Ilhéus como a 8ª pior cidade em geração de empregos.  Os melhores municípios em geração de emprego foram Barra do Choça (596), Luis Eduardo Magalhães (442), Juazeiro (382), Dias D’Ávila (361) e Correntina (287). Já as piores são lideradas por Lauro de Freitas, com -586. 

Desde o início da gestão de Mário Alexandre (PSD) e José Nazal (REDE) o município vem perdendo a capacidade de gerar empregos e culminando no fechamento de várias lojas, principalmente no área central da cidade, o que demonstra inabilidade da administração municipal para resolver o problema. 

TFR-1 condena ex-prefeitos baianos por improbidade administrativa

TRF-1 no encalce dos políticos.

TRF-1 no encalce dos políticos.

O Tribunal Regional Federal da 1ªRegião (TRF-1) condenou dois ex-prefeitos baianos por improbidade administrativa. Romildes Oliveira Rios Machado (MDB), que comandou Cabaceiras do Paraguaçu, foi multada em R$ 3,5 mil e teve os direitos políticos suspensos por três anos por irregularidades em licitações.

Pelo mesmo motivo, o ex-prefeito de Santo Estevão Orlando Santiago (PSD) foi condenado a pagar multa de R$ 7 mil e foi proibido de contratar com o poder público por três anos. As decisões foram publicadas ontem pelo TRF-1.

TRE-BA e TRT5 são os tribunais que mais demoram para emitir sentença

Justiça lenta.

Justiça lenta.

Os tribunais regionais Eleitoral (TRE-BA) e do Trabalho (TRT5) da Bahia são os que mais demoram para emitir uma sentença em casos que tramitam na primeira instância. No TRT5, um processo leva, em média, um ano e sete meses para ser julgado e ter uma decisão no primeiro grau, maior tempo entre os tribunais do trabalho de médio porte. Em segundo lugar está o TRT10 (Distrito Federal), com tempo médio de um ano e um mês.

Já no TRE, a sentença sai, em média, depois de dez meses após o recebimento da ação entre as cortes eleitorais de grande porte, empatado com o tribunal do Rio de Janeiro. Atrás deles está o TRE do Rio Grande do Sul, com sete meses. Os dados são do Justiça em Números, relatório produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Exclusivo: Weliton Nascimento desconhece contrato com o supervisor do Colo-Colo

Supervisor afirma que paciência tem limite.

Supervisor afirma que paciência tem limite.

O supervisor do Colo-Colo Futebol e Regatas, Flávio Medrado, além de está há 20 meses com salários atrasados e vivendo da ajuda de amigos e familiares, enfrenta mais um problema na carreira profissional.

O empresário Weliton Nascimento, da Grupo Arezza/Adilis, no período em que esteve na parceria com o Clube assinou contrato com Flávio Medrado, para a temporada do campeonato baiano da 2ª divisão, contudo, não foi feita a rescisão contratual, por parte do empresário, e, com isso, Medrado mantém vínculo em aberto até o presente momento, mas, sem receber um centavo do ex-investidor. 

Em recente entrevista concedida a Rádio Santa Cruz de Ilhéus, no programa Giro Esportivo, apresentado pelo radialista Walter Ecologia, Weliton Nascimento afirmou desconhecer qualquer tipo de contrato com Medrado, mas garantiu que honrou todos os compromissos, inclusive encargos trabalhistas, tempo de serviço e até INSS. 

Em contato com a reportagem do Site Fábio Roberto Notícias, Flávio refutou as declarações do empresário, e esclareceu que o contrato com Arezza/Adilis permanece em aberto, como também o FGTS, que estava sendo descontado mensalmente do salário, mas não vinha sendo depositado. O supervisor do Colo-Colo disse ainda que possui documentos que atestam seu vínculo de trabalho com Arezza/Adilis e, se for necessário, irá recorrer aos meios legais, como forma de reparação do dano, que vem sendo causado pela referida empresa dia a dia.  

anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  




web