Barra Limpa, do rádio para o futebol.

Barra Limpa, do rádio para o futebol.

Depois de trabalhar 28 anos como radialista, já que começou em 1990 na Rádio Santa Cruz AM da cidade de Ilheus, o Barra Limpa Paulo Roberto Argollo agora quer se dedicar apenas ao futebol.

Desses 28 anos em radio, Paulo trabalhou 27 anos no radio esportivo a beira do campo como reporter e desde 2010 como narrador esportivo também.

Hoje ele é considerado como um dos mais respeitados profissionais do rádio da capital, com sua forma sempre imparcial de fazer jornalismo esportivo. Depois de passar pelas principais rádios de Itabuna, Ilheus e Eunapolis em 2005 retornou para Salvador.

Paulo sempre obteve boa relação com jogadores.

Paulo sempre obteve boa relação com jogadores.

Paulo Roberto foi direto para a Rádio Sociedade onde trabalhou por sete anos e só saindo para ser o principal setorista do Bahia na Rádio Metrópole Fm.

Paralelo ao rádio o Barra Limpa sempre foi um polivalente. Desportista nato foi judoca, jogou futebol de campo, futsal, basquete e handebol. E sempre trabalhou com futebol de campo.

Foi treinador do time sub20 do Juventus de Baragadá em Eunapolis aos vinte anos. Foi treinador do time de Futsal e de Futebol de campo do Colégio Estadual Cleriston Andrade por dois anos.

“Sempre fui apaixonado por futebol. O esporte tá na minha veia. Meu pai foi faixa marrón de judô e meu tio foi levantador da seleção baiana de voley” declarou Paulo Roberto.

Ainda em Eunapolis foi diretor do Eunapolis Esporte Clube durante oito anos e em 98 montou o time sub 18 do Eunapolis para disputar a Copa Eunapolis de Futebol, realizada pelo também radialista Maurício Cezar na época presidente da Liga de Eunapolis.

Hoje em Salvador, o Barra Limpa procura um time ou uma seleção do Intermunicipal para trabalhar como diretor de futebol ou auxiliar técnico. “Tenho conhecimento nessas duas funções, mais estou buscando aprender cada dia mais um pouco” disse o radialista.

Clique no leia mais e confira as experiências de Paulo Roberto no futebol.

Diretor do Eunápolis 8 anos na época de William Cavalcante.

Trabalhou como Supervisor do River de Ilheus em 1997.

Foi auxiliar Técnico da Seleção de Eunapolis em 2002.

No Colo-Colo em 2004 ajudando a Ze Maria a montar a comissão técnica e o elenco.

Trabalhou no Camaçariense em 2008 / Montou o elenco para a segunda divisão e levou Ionay da Luz e Jackson George para trabalhar na comissão técnica.

Trabalhou no Madre de Deus em 2010. O treinador era Aroldo Moreira.

Trabalhou no Feirense no primeiro ano do time na primeira divisão. O técnico era Moisés Alves.

Foi supervisor da Liga de Simões Filho em 2014 ajudando o treinador nos trabalhos de campo.

Trabalhou como preparador físico da seleção de Lauro de Freitas em 2015 quando Levou Gabriel Jordan pra lá e o ex-goleiro profissional Marcelo Oliveira.

Fora as indicações de jogadores profissionais para:

Camaçariense
Atletico
Colo-Colo
Poções
Ipitanga
Ypiranga
Itabuna
Catuense
Camaçari
Confiança
Dorense/SE
Atlântico/BA

Curso Técnico de Educação Física Ministrado pela Polícia Militar da Bahia em Eunapolis.

Cursos de arbitro um em Eunapolis em 2002 e outro em Ilheus em 2001.

Curso de arbitro de Futsal ministrado pela FBFS/BA em Itabuna.

Foi diretor do Abrantes Futebol Clube de Vila de Abrantes (Camaçari) de 2016 a 2017 Onde formei tres categorías no clube (SUB 23 / Sub 18 / Sub 15).

Fonte: Blog São José Notícias.