site antigo fabio roberto
68 cipm




:: mar/2017

Reunião da Embasa no Basílio

Sem título

Convite – Embasa.

Professora Gilvânia Nascimento fala sobre as reflexões da Reforma da Previdência

WhatsApp Image 2017-03-22 at 16.29.51

Professora/Doutora Gilvânia e Osman Nogueira na composição da mesa.

Trabalhadores em Educação tiveram um momento importante de informações e reflexões sobre ‘As reformas e as consequências na Educação Básica’. A palestra foi proferida pela professora Gilvânia Nascimento, na manhã desta quarta-feira (22/03), na sede do sindicato.

Trabalhadores em educação participaram em grande número do evento.

“A reforma não leva em conta a natureza do trabalho docente, que vai além do esforço físico e exige afetividade, o que leva ao esgotamento físico e psicológico dos professores, não deixando em condições um professor atuar como docente aos 65 anos”, alertou a professora que dividiu a mesa com o presidente da APPI, Osman Nogueira.

Operação citrus: fardados e de cabeça raspada, saiba como foi o primeiro dia dos presos

17407649_1300941669998587_1448029600_o

Abatido, Jamil está preso no presidio Ariston Cardoso.

A reportagem do site Fábio Roberto Notícias teve acesso com exclusividade ao primeiro dia dos presos da operação citrus, no presidio Ariston Cardoso, em Ilhéus. Os custodiados estão em uma única cela afastados dos demais presos, em virtude da unidade prisional não disponibilizar de cela especial para quem possui nível superior. Os detentos tiveram os cabelos cortados e passaram usar fardamento azul, roupa utilizada para identificação dos presos.

No primeiro dia custodiados, os internos tomaram café às 7:30hs, seguido do banho de sol, almoçaram às 11:50hs; depois jantaram às 17hs, e, por fim, o fechamento das celas às 17hs. Conforme o Ministério Público Estadual, responsável pela megaoperação, o grupo se mantém preso até a próxima segunda-feira, 27, quando finda o prazo da prisão temporária, válido por 05 dias.

17407782_1300941229998631_115264827_o

Trabalho terceirizado é aprovado na Câmara

23149023

Projeto libera terceirização em todas as atividades do pais.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) por 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções o texto-base do projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita, para qualquer tipo de atividade. Os principais pontos do projeto são os seguintes: A terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa. Por exemplo: uma escola poderá terceirizar faxineiros (atividade-meio) e professores (atividade-fim); empresa terceirizada será responsável por contratar, remunerar e dirigir os trabalhadores; a empresa contratante deverá garantir segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores terceirizados; o tempo de duração do trabalho temporário passa de até três meses para até 180 dias, consecutivos ou não; após o término do contrato, o trabalhador temporário só poderá prestar novamente o mesmo tipo de serviço à empresa após esperar três meses.

Embora o texto não use diretamente esses conceitos, se a lei for sancionada por Temer, haverá permissão para terceirização de qualquer atividade. O projeto aprovado pela Câmara não prevê vínculo de emprego entre a empresa contratante dos serviços e os trabalhadores terceirizados. Mas o texto estabelece que a “empresa-mãe”, que contrata a terceirizada, responda de forma subsidiária se o trabalhador não conseguir cobrar direitos devidos pela empresa que o contratou.

:: LEIA MAIS »

Capitão Hosannah Rocha não dá trégua para bandidagem

Hosannah, comandante da 72 CIPM, em Itacaré.

Hosannah, comandante da 72 CIPM, em Itacaré.

A 72ª CIPM sob o comando do capitão Hosannah Rocha está desencadeando diversas operações na cidade de Itacaré. A ação, que é ininterrupta, visa estabelecer pontos estratégicos de abordagem, aumentando significativamente a segurança na área da 72ª CIPM.

A operação conta com a participação do 1º Pelotão de Itacaré, PETO e CIPE/Cacaueira. São realizadas várias rondas nos bairros e distritos da Cidade, intensificando principalmente as abordagens a veículos e pessoas, como forma de prevenir e manter a tranquilidade dos moradores e visitantes. Se depender da equipe de Hosannah, a bandidagem não terá trégua em Itacaré. 

Denúncia WhatsApp : (73) 998639714
E-mail: 72cipm.denuncia@gmail.com

17388981_641917985987945_4548692323830193435_o

17425032_641917982654612_7489688314056405607_n

Veja o momento que Jamil e Kácio entram no camburão

17407649_1300941669998587_1448029600_o

Vereador Jamil Ocké é considerado o cabeça do esquema.

A redação do site Fábio Roberto Notícias teve acesso ao vídeo produzido pelo site parceiro Blog do Tom, que mostra com exclusividade todos os envolvidos do esquema de superfaturamento, que gerou um prejuízo em mais de R$ 20 milhões aos cofres da prefeitura de Ilhéus.

17407782_1300941229998631_115264827_o

Kácio (de camisa vermelha) algemado em direção ao camburão.

O operação batizada de “citrus”, foi deflagrada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, apoiada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) e suporte operacional da Polícia Civil, por meio do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin).

Já estão no presidio Ariston Cardoso, o vereador Jamil Ocké, Enoch Andrade Silva, Wellington Andrade Novais, Lucival Bomfim Roque e Kácio Clay Silva Brandão, que ocupou o cargo de secretário de Assistência Social no governo de Jabes Ribeiro (PP). Já Thayane Santos Lopes foi levada para o conjunto penal de Itabuna. Também foram cumpridos seis mandados de condução coercitiva e 27 mandados de busca e apreensão. 

Assista:

“Chupeta” caiu com oitão no Vilelinha de açúcar

IMG-20170321-WA1087

Chupeta caiu com oitão no Vilela.

Uma guarnição selva, do PETO 70, durante ronda por volta das 19hs, desta terça-feira, 21, na Rua São José no Teotônio Vilela, os PMs avistaram a pessoa de Emerson Ambrósio dos Santos, vulgo “chupeta”, em atitude suspeita.

Ao realizar a busca pessoal foi encontrado com o meliante 01 revólver calibre .38 com 03 cartuchos intactos. Na delegacia, o indivíduo não quis falar com a imprensa, ficando preso à disposição das autoridades. É mais uma ação grandiosa, que logrou êxito pela 70 CIPM.

IMG-20170321-WA1088

IMG-20170321-WA1095

Operação do MP pode atingir ex-presidentes da Câmara de Ilhéus

17362017_192916777876549_1454603471820503192_n

Viaturas da Civil em frente à Câmara de Ilhéus.

Segundo o Ministério Público da Bahia, o esquema fraudulento, que favoreceu várias empresas, por meio de licitações na Câmara de Ilhéus, começou em 2009 e se estendeu até 2016, quando na época o poder legislativo foi presidido por Josevaldo Viana Machado (Dr. Jó), Jailson Nascimento, Edvaldo Nascimento (Dinho Gás) e Tarcísio Paixão.

O servidor da Câmara Municipal de Ilhéus, Paulo Leal, foi conduzido coercitivamente pela polícia civil, na manhã desta terça-feira, 21, para prestar depoimentos sobre fraude em licitações envolvendo empresas fornecedoras de material de expediente para o Poder Legislativo.

17362808_192919037876323_2711648027018186882_n

Cpus da poder legislativos foram apreendidos pelos Civis.

Conforme levantamento do MP, o grupo operava desde 2009 celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”. O esquema contava com a participação de agentes públicos do primeiro escalão do governo municipal e, conforme comprovado no período da investigação, as empresas envolvidas receberam mais de R$ 20 milhões decorrentes de contratações com a Prefeitura Municipal de Ilhéus.

17426289_192919357876291_2215059869941620019_n

Documentos foram apreendidos para análise do judiciário.

Jamil Ocké e Kácio Brandão, ex-secretários de Jabes Ribeiro, são presos em operação do Ministério Público

alvodevereadores

Kácio e Jamil presos na operação do Ministério Público.

Seis pessoas, dentre empresários e funcionários públicos, foram presas em uma operação deflagrada pelo Ministério Público estadual na madrugada desta terça-feira, dia 21, no município de Ilhéus, para desmantelar um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela Prefeitura Municipal de Ilhéus. Denominada “Operação Citrus”, a ação é realizada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) e suporte operacional da Polícia Civil, através do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin). Foram presos Enoch Andrade Silva, Thayane Santos Lopes, Wellington Andrade Novais, Lucival Bomfim Roque, Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão. Além dos seis mandados de prisão, foram cumpridos seis mandados de condução coercitiva e 27 mandados de busca e apreensão.

Segundo apurado em  investigação realizada pelo MP, o grupo opera desde 2009 celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”. O esquema contava com a participação de agentes públicos do primeiro escalão do governo municipal e, conforme comprovado no período da investigação, as empresas envolvidas receberam mais de R$ 20 milhões decorrentes de contratações com a Prefeitura Municipal de Ilhéus. As empresas são a Marileide S. Silva de Ilhéus, Mariangela Santos Silva de Ilheus EPP, Thayane L. Santos Magazine ME, Andrade Multicompras e Global Compra Fácil Eireli-EPP, todas geridas por Enoch Andrade Silva. Também foi identificada a participação do empresário Noeval Santana de Carvalho, que celebrava contratos irregulares com o Poder Público para fornecimento de merenda escolar.

Guerra entre facções: Djavan é preso com 02 armas perto da UESC

IMG-20170320-WA1235

Djavan foi preso na Rodovia Ilhéus/Itabuna.

A polícia recebeu a informação dando conta que um elemento estava armado na estação rodoviária de Ilhéus, na noite desta segunda-feira, 20. O indivíduo utilizou um táxi, modelo Gol, placa policial OUR- 5319, porém foi interceptado próximo à UESC, após perseguição.

O homem foi identificado como sendo Djavan Peixoto da Silva. Com ele, a polícia encontrou uma pistola 938 Cal. 380 com 16 munições intactas e 01 revólver Cal. 38 duas polegadas com 10 munições intactas, ambas com numerações suprimidas. Djavan é suspeito de participar da guerra entre facções na noite desta segunda-feira, no Alto da Legião, no bairro do Malhado.

IMG-20170321-WA0149

Armas que seriam utilizadas na guerra das facções.

Pastor da Assembleia de Deus de Ilhéus sofre perseguição, afirma filha

12805889_857084377747230_9179573864294424825_n

Filha relata que o pai está sofrendo humilhação na Assembleia de Deus.

“Meu pai, pastor há mais de 25 anos na Igreja Assembleia de Deus de Ilhéus, com serviço prestado, possui boa índole, honesto, transparente, faz o trabalho do Senhor com muito amor, conduta baseada em princípios éticos, nunca passou por situação constrangedora, prova disso é o relato dos irmãos das igrejas Assembleias de Deus por onde passamos. Hoje, estamos no Campo de Banco da Vitória, localizado em Ilhéus, é sobre isso que eu quero falar. Em 30 de Outubro de 2011, meu pai foi empossado Pastor do Campo de Banco da Vitória, campo este recém emancipado do Campo de Ilhéus, com 7 congregações quase vazias, a maioria 5 ou 6 crentes (Congregações essas desprezadas pelos obreiros do Campo de Ilhéus que não queriam ir lá, por ser distrito de difícil acesso, por isso foram agregadas ao Campo de Banco da Vitória), todas precisando de reformas, pouquíssimos obreiros garantem assistência, a renda de todo campo somava em torno de 3 mil reais. Pior campo financeiramente falando, em comparação aos demais, que foram emancipados na mesma época. Todos os campos foram emancipados sem limites territoriais, pois não haviam perspectivas de crescimento e desenvolvimento populacional. Porém, os planos de Deus foram outros, o Governo Federal tinham projetos para essas áreas desertas, em 2012 foram entregues as casas do Conjunto Habitacional Minha Casa Minha Vida, Morada do Porto (endereço pertencente ao bairro Banco da Vitória), foi prestada toda assistência religiosa e social, porém os obreiros do Campo de Ilhéus acharam que a área pertencia a eles, onde permanecem até hoje disputando território. Sofremos muitas perseguições, após isso, meu pai foi diagnosticado com Hipertensão e minha mãe se encontra doente até hoje. Atualmente, foi inaugurado outro Conjunto Habitacional Sol e Mar em uma localidade que jamais imaginávamos! Próximo ao Couto (Congregação que pertence ao nosso Campo), nosso obreiro foi o primeiro a iniciar os trabalhos. Há uns dias atrás, meu pai foi surpreendido, convocado para uma conversa onde foi covardemente ameaçado e intimidado por um “Pastor” que se acha semi-Deus (acima de tudo e de todos, o dono da verdade absoluta), falou que, caso não parasse com os cultos no Residencial Sol e Mar, seria levado ao conselho de ética, e a depender da decisão deles, poderia até perder o campo. Pasmem! Isso mesmo que ele ouviu. Quero saber qual código de ética meu pai infringiu? Esse Conselho de Ética realmente funciona? Pois quando meu pai precisou no caso anterior que eles invadiram nosso Campo não funcionou! A inércia prevaleceu, afinal iriam prejudicar um Pastor grande (R$) por causa de um pr. Pequeno?! Claro que não. É assim que os pastores pequenos (campos que rendem pouco) são tratados, primeiro são maltratados, depois humilhados e pisoteados, só servem como escada, para os grande$$$ permanecerem no poder! A desigualdade econômica, infelizmente acontece em nosso meio. A Mesa Diretora da Convenção decidiu que quem emancipa é quem delimita, mesmo APÓS 8 anos de emancipação. Mas por que após esse tempo todo estão requerendo esse direito? É realmente a preocupação com as almas?! Porque esse dito PR. fechou várias congregações porque pagavam aluguel. Sem falar que, existem vários locais para o Campo de Ilhéus explorar, não há necessidade de impedir a bênção de um humilde campo em desenvolvimento e que se preocupa com as almas. Nosso alvo é o céu. Meus pais estão profundamente tristes e abatidos, minha mãe vai ser acompanhada por psicologo A despesa vai para quem? Convenção ou Assembleia de Deus de Ilhéus? Eu e meus irmãos (Esdras e Ezequiel) estamos decepcionado, revoltados e indignados com a decisão da convenção, pois decidiram sem equidade e imparcialidade Repudiamos essa atitude convencional dos “companheiros”. Está na hora da mudança, os pequenos também são filhos de deus, somos maioria, vamos nos mobilizar!”

Entenda o que motivou a guerra entre facções em Ilhéus

17431693_1300156910077063_1808615264_o

Bruno já chegou sem vida no Regional.

Noite de segunda-feira tensa em Ilhéus. Facção criminosa do Terceiro Comando, do Alto do Coqueiro, trocou tiros com elementos da Facção Raio A, no Alto da Legião, área do Malhado, zona norte de Ilhéus. A polícia foi acionada e guarnições do PETO 70, Viatura 6810, Viatura Salobrinho, ROTAM 70, 68 CIPM e RONDESP cercaram o morro e ouve uma intensa troca de tiros. Segundo informações de populares, foram ouvidos mais de 50 estampidos. 

O elemento de nome Bruno, vulgo “Jabá” do Alto do Coqueiro (primo de Iuri) morto recentemente na Tapera pela Facção raio A, foi alvejado e socorrido por uma guarnição ao Hospital Regional porém não resistiu. Uma segunda pessoa também foi a óbito, mas até o momento, sem identificação. A Policia continua no local fechando o cerco contra as facções. A polícia acredita que a guerra tem ligação com a morte do jovem Iuri, ocorrido no mês passado. 

17431442_1300157076743713_434678255_o

Rondesp socorreu até a emergência do Regional.


debenhams
anuncie whatsapp

ILHEUS TONELADAS DE LIXO SAO RECOLHIDOS NA OPERACAO CIDADE LIMPA

março 2017
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  




web