hqdefault

O seu telefone pode está grampeado e você não sabe.

O presidente da operadora Vivo, Eduardo Navarro, fez uma revelação chocante, esta semana, durante o Painel do Telebrasil, que reuniu em Brasília operadoras e indústria de telecomunicações e autoridades. A maioria dos pedidos de interceptação telefônica tem ligação com os crimes que envolvem políticos, grandes empresários e até empreiteiras. 

No Pais da bisbilhotice, só a Vivo recebe 2 milhões de notificações judiciais por ano, a maioria para escutas telefônicas ou para fornecer listas de telefonemas, com números e duração, em casos de quebra de sigilo. Para que você não seja o próximo a cair no grampo, evite falar assuntos que pode comprometer uma das partes. A justiça está de olho!