dpt-de-ilheus

Os contratados estão há 03 meses com salários atrasados.

Os funcionários terceirizados do Departamento de Polícia Técnica (DPT) da Polícia Civil de Ilhéus que foram contratados pela empresa LC estão há três meses (julho, agosto e setembro) sem receber salários do governo do estado. A denúncia é do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado da Bahia (ASBAC Sindicato).

Segundo Leonardo, “eles querem parar. Apesar de o sindicato deles ser outro, abraçamos a causa por solidariedade. Além de serem pais de família, eles correm os mesmo riscos que corremos, como o de levar um tiro. Eles são os nossos braços direito e esquerdo. Sem eles não tem como trabalhar. Quem vai recolher os corpos, abrir e limpar os corpos para os médicos realizarem os exames, quem vai levar os peritos ao local de crime?”, declarou o presidente da ASBAC Sindicato, Leonardo Fernandes.

Os salários atrasados não são os únicos problemas enfrentados pelos terceirizados do DPT. “O FGTS não está sendo recolhido e não estão recebendo o auxílio transporte. É comum motoristas pedirem dinheiro emprestado aos peritos para retornarem às suas casas”, declarou Leonardo.