jabes-rui-costa

Estou, a partir de hoje, 01, governador da Bahia, eleito pela maioria dos baianos, para exercer o mandato com transparência, zelo e austeridade com o dinheiro público, não vou tolerar de hipótese de alguma, esquemas nocivos de corrupção ou quaisquer outro ato que possa manchar o meu governo“.

Foram essas palavras que o governador Rui Costa (PT) se dirigiu para o prefeito Jabes Ribeiro (PP) durante a cerimônia de posse ontem, em Salvador, citando o envolvimento da empresa UTC – responsável pela construção da nova Ponte do Pontal – na operação lava jato, que desviou mais de 100 milhões da Petrobras. 

Jabes apelou a Rui Costa, a continuidade das obras de construção da nova Ponte, mas ouviu do mandatário baiano a resposta nada animadora. Rui pediu paciência ao alcaide e afirmou que, a obra só será retomada depois que as investigações da operação lava jato serem concluídas para posteriormente decidir se a UTC continua ou se fará nova licitação. Rui salientou ainda que montará uma força-tarefa para monitorar as empresas contratadas pelo estado.